Foto: Marcello Zambrana/Light Press/Cruzeiro


Um dos protagonistas do título do Cruzeiro da Copa do Brasil na última semana, contra o Flamengo, no Mineirão, Thiago Neves, hoje com 32 anos, ainda está longe de pendurar as chuteiras. Porém, o camisa 30 da equipe celeste já deixou claro aonde quer encerrar a sua carreira. Em entrevista ao programa Bem Amigos, do SporTV na última segunda-feira (01), o meia não escondeu a sua vontade de retornar ao Paraná Clube, clube em que iniciou sua carreira. Além do carinho pela equipe paranaense, Thiago também afirmou que seria uma forma de homenagear seu avô, torcedor do Paraná.


​Quem será que vai para a grande final da Série C? Clique aqui e assine o Esporte Interativo Plus para assistir aos jogos de volta entre CSA x São Bento e Sampaio Corrêa x Fortaleza! Dá só R$0,33 por dia!


"Eu queria terminar no Paraná Clube, onde eu comecei. Eu comecei lá e gostaria de terminar lá porque o meu avô é paranista. Eu queria fazer essa homenagem para ele", declarou o meia durante sua participação no Bem Amigos.


Perguntado sobre qual o melhor momento da sua carreia, Thiago Neves não demorou para responder que foi quando esteve no Fluminense em 2008 e chegou a disputar uma final de Libertadores com a camisa tricolor. O meia também lembrou que na época chegou a ser convocado para a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Pequim e destacou o apoio que recebeu do técnico Renato Portaluppi durante sua passagem nas Laranjeiras. 


"A melhor fase da minha carreira foi no Fluminense. Joguei uma final de Libertadores em 2008. Acho que não vou conseguir jogar no mesmo nível, Eu consegui jogar uma Libertadores logo depois que o Carlos Alberto saiu, o Renato Gaúcho apostou em mim e me deu a camisa 10 de um clube como o Fluminense. E também pelo time que a gente tinha também. Tava dando tudo certo, Olimpíadas e seleção brasileira. Isso me marcou muito", finalizou.