O alto investimento da diretoria do Flamengo fez com que a expectativa da torcida aumentasse, mas o rendimento não foi o esperado. Além da queda precoce na Libertadores, a irregularidade no Campeonato Brasileiro irrita os rubro-negros. Para fazer cobranças ao elenco e diretoria, uma das organizadas do Rubro-Negro marcou um protesto pacífico para esta quarta-feira (15), às 7h (de Brasília), no CT Ninho do Urubu.



Segundo apuração do Esporte Interativo, cerca de 200 torcedores devem comparecer ao protesto. O VP do Flamengo, Ricardo Lomba, deu razão às cobranças, mas ressaltou que o ano ainda não terminou e lembrou que o time está na semifinal da Sul-Americana.


"Acho legítimo. Torcedor quer ver vitória. Torcedor quer ver o Flamengo ganhando sempre. Eu entendo isso. Porque eu sofro isso também. Só que eu gostaria de pontuar que a gente ainda está brigando no Brasileiro e ainda estamos na semifinal da Sul-Americana. A mensagem que eu gostaria de passar para a torcida. A torcida é fundamental para o sucesso do time. Ainda podemos terminar esse ano de uma maneira interessante. Mais uma vez. É legítimo. Concordo com os protestos. Mas não deixem de apoiar o time. A gente precisa da torcida do Flamengo para terminar bem esse ano", disse Lomba ao Esporte Interativo.


O Flamengo está atento aos movimentos para saber se vai precisar ou não de reforço na segurança. Esse vai ser o segundo protesto da torcida no ano. Em junho, em torno de 200 pessoas foram ao CT Ninho do Urubu fazer cobranças ao elenco. Na ocasião, os rubro-negros presentes tacaram alface nos carros de alguns jogadores e exibiram faixas com os dizeres: "Honrem o manto", "Alto investimento. Pouca resposta", "Nós damos a vida. Deem o sangue".