Desejo de muitos torcedores, Rodrigo Aguirre está cada vez mais distante do Botafogo. Em novo contato com a reportagem do Esporte Interativo, na noite do último domingo (11), o empresário Pablo Betancourt revelou que conseguiu convencer a Udinese, da Itália, a diminuir o pedido da compensação financeira pelo empréstimo, mas afirmou que o Alvinegro carioca não conseguiu o dinheiro para efetuar o pagamento.


Quer ficar por dentro de resultados ao vivo, ver calendários de jogos, tabelas de classificação e ainda receber todas as notícias do seu time de coração? Então, clique neste link com seu celular e baixe GRÁTIS o app do Esporte Interativo!


"Digo que ele queria ir e eu consegui fazer com que a Udinese-ITA baixasse suas pretensões, mas o Botafogo não conseguiu o dinheiro. Por isso, agora começamos a escutar outras propostas. Digo tranquilo porque essa é a verdade", disse.


Além de não ficar com Rodrigo Aguirre, o Botafogo pode ver o atacante atuar em outro clube brasileiro. Isso porque, de acordo com o agente do atacante, existem negociações com dois clubes locais. Pablo Betancourt guarda os nomes em sigilo. 


"Já estou conversando com outras equipes. São duas. E sim, são do Brasil", completou.


O Botafogo também está pessimista. O gerente de futebol do clube, Anderson Barros, não demonstra confiança em acerto e afirma que "a tendência é que não aconteça". 


O que travou a negociação foi o valor da negociação, a forma de pagamento e comissões às pessoas envolvidas no negócio. No início da semana, o agente chegou a afirmar que a Udinese-ITA aceitou a proposta de R$ 800 mil por empréstimo de um ano e meio. Entretanto, segundo Anderson Barros, ainda não houve acordo. O desejo do clube italiano em receber o montante à vista também é um entrave.


weqweqewqewq

Baixe o app do Esporte Interativo clicando aqui!