Após o empate em 0 a 0 com o Santos, no estádio Nilton Santos, neste domingo (16), o presidente do Vasco, Eurico Miranda, concedeu entrevista e fez um pronunciamento no local sobre os acontecimentos em São Januário, no último dia 8 de julho. Para ele, os ocorridos após o clássico contra o Flamengo, onde houve uma briga generalizada no estádio do Cruz-Maltino, são culpa do GEPE (Grupamento Especial de Policiamento em Estádios), da Polícia Militar. 



​Eurico Miranda sobre jogar sem torcida: "Pior (sensação) possível"