Após a virada de 3 a 1 do Grêmio neste domingo (16), sobre a Ponte Preta, Renato Gaúcho tentou se redimir com a imprensa por conta da sua declaração sobre o Corinthians após a partida contra o Flamengo, na Ilha do Urubu.  Na última quinta-feira (13), ao derrotar o Rubro-Negro carioca, o treinador do Tricolor gaúcho afirmou que o time paulista "despencaria" no Brasileirão.      ​


​Brasileirão séries C e D, Champions Cup, eSports, e muito mais. Garanta a programação do Esporte Interativo por R$ 9,90. Assine aqui!


Antes de abrir as perguntas para os jornalistas em sua entrevista coletiva na sala de imprensa da Arena do Grêmio, Renato Portaluppi se pronunciou e afirmou ter se manifestado de maneira equivocada em relação ao Corinthians. Segundo o treinador, sua intenção era dizer que a equipe paulista "tropeçaria" ao decorrer do Brasileirão. 


"Peço desculpas porque me posicionei mal após o jogo do Flamengo. Disse que o Corinthians despencaria. Peço desculpas. (Eu quis dizer que) Ele tropeçaria. Despencar fica muito mais difícil, mas vai tropeçar", afirmou. 


Ainda sobre o time comandado por Carille, Renato comentou sobre o empate de 2 a 2 do atual líder do Campeonato Brasileiro com o Atlético-PR no último sábado (15), e frisou que o Grêmio precisa fazer a sua própria parte.


"Acima de tudo, o Grêmio precisa fazer a parte dele. Não adianta o Corinthians tropeçar se o Grêmio não fizer. Não quero tirar os méritos do Corinthians. Pelo contrário. O Corinthians está lá por méritos, mas tropeçará. É normal. O Grêmio não pode ficar tropeçando para se distanciar do pelotão que está atrás para depois ver o que ocorre com o Corinthians", finalizou.  


Com a vitória deste domingo, o Grêmio segue na vice liderança do Campeonato com 28 pontos e agora está a apenas oito atrás do líder Corinthians. O próximo compromisso do Tricolor gaúcho é na quarta-feira (19), contra o Vitória, no Barradão. 



banner

​Assine aqui por R$ 9,90!