Melhor Futebol do Mundo

Assista no EI Plus: Manchester United x PSG na Champions League!

Por Raphael Aleixo

Quando a bola rolar hoje (terça, 12), às 17h de Brasília, finalmente terminarão os 61 longos dias sem um jogo de UEFA Champions League. Uma imensidão de tempo para os torcedores que acompanham e esperam uma boa partida de futebol – até lá, você também pode rever todos os confrontos da fase de grupos no EI Plus.

Mas espera maior (e bem maior) é a do Manchester United por um bom desempenho numa competição continental: desde a temporada 13/14, a primeira depois da aposentadoria de Sir Alex Ferguson, os Red Devils não alcançam a fase de quartas-de-final da Liga dos Campeões.

Nessa ocasião o time inglês contou com uma boa ajuda da sorte, que colocou o Olympiacos em seu caminho na primeira fase eliminatória, mas ainda assim tomou um susto ao perder a primeira partida e conseguir reverter no jogo em casa. O Real Madrid eliminou o time na fase seguinte. A temporada 13/14 foi tão irregular que o time terminou apenas em 7º no Campeonato Inglês e a temporada seguinte foi a primeira em 24 anos que o Manchester ficou sem disputar uma competição europeia.

Nos playoffs de 2018, os então comandados de José Mourinho foram eliminados nas oitavas-de-final com uma derrota em casa para o Sevilla após sofrerem dois gols em menos de cinco minutos – o gol de Lukaku aos 40 do segundo tempo não adiantou, já que o primeiro jogo havia terminado em um empate sem gols. O técnico português, que só levantou a Liga Europa como título relevante nas duas temporadas e meia em que comandou o Manchester United, não resistiu aos problemas de relacionamento e maus resultados e foi demitido em dezembro de 2018.

O norueguês Solskjaer assumiu e desde então ganhou 9 de 10 partidas disputadas. Manter essa boa fase vai ser fundamental para o Manchester United, que tem pela frente o rico e obstinado PSG. O time francês, que nas últimas temporadas escancarou os cofres para montar seu elenco – o Paris é detentor das duas contratações mais caras da História do futebol – não esconde de ninguém que tem como objetivo levantar a Orelhuda.

No entanto, parece que tem faltado sorte ao time de Paris: em 2017, enfrentando o Barcelona e com uma vantagem de 4 a 0 conquistada no jogo de ida, “minha Nossa Senhora, o impossível aconteceu!”: o então time de Neymar conseguiu a histórica virada de 6 a 1. Para resolver a situação, o PSG contratou o algoz da temporada por €222 milhões (muitos, muitos mesmo milhões de reais em qualquer cotação feita a qualquer momento no tempo), transformou o brasileiro em símbolo e colocou nele todas as esperanças de alcançar o ponto mais alto da Europa.

Mas a falta de sorte seguiu em 2018: depois de sobrar na fase de grupos, terminar com 15 pontos e um saldo de 21 gols pró, o destino colocou o Real Madrid (que foi segundo lugar em seu grupo) no caminho do time parisiense. O time espanhol venceu a primeira partida por 3 a 1 no Santiago Bernabeu, e, como se não fosse complicação suficiente, Neymar se lesionou, ficou de fora do jogo de volta e viu seus companheiros serem novamente derrotados em casa, dessa vez por 2 a 1.

Em 2019, parte da história se repete: Neymar está novamente machucado e ficará fora de campo pelo menos até março. O PSG tentará, mesmo sem seu principal jogador, eliminar o time de Manchester para continuar seu caminho rumo ao título – ou pelo menos buscando chegar pela primeira vez às semifinais.

Dois times tradicionais, duas torcidas engajadas. Um trilhará o caminho de uma bela recuperação, enquanto o outro precisará pensar novamente como atingir os resultados esperados. Quem prevalecerá? Que os deuses do futebol decidam.

Quer acompanhar essas e todas as outras partidas da Champions League? Assine já o EI Plus! Por apenas R$ 13,90/mês, você tem acesso a todos os jogos e pode acompanhar seus craques favoritos em qualquer lugar, pelo smartphone, tablet, computador ou Smartv. Clique aqui para saber mais!