Blogs

5/5/1970 - Dia D para Rogério

Amistoso no dia seguinte contra combinado de Guadalajara definiria a permanência ou corte do ponta-direita do Botafogo. Manoel Maria, do Santos, era o candidato natural se houvesse o corte do atacante por conta da lesão no músculo posterior da coxa direita.

Por Mauro Beting

Félix estava confirmado como titular da Seleção

Félix estava confirmado como titular da Seleção

"Estou muito confiante [na permanência no elenco para a Copa]. Temi quando ainda estava no Rio. Agora, não. Quando corro e chuto eu não sinto nada. Mas se eu sentir alguma coisa, serei o primeiro a dizer que não poderei jogar na Copa". Palavras do ameaçado Rogério.

Outro jogador que seria testado no dia seguinte foi poupado pelo doutor Lídio de Toledo. As dores no joelho do zagueiro Fontana incomodavam, mas não pareciam problema tão grave. Além de ter excelente alternativa para o seu lugar: Piazza tinha tido ótima atuação na posição no amistoso vencido contra a Áustria, na quarta-feira anterior, no Rio.

"Se o doutor Lídio acha melhor eu não jogar amanhã, melhor ser poupado", entendeu Fontana.

A Seleção enfim treinou no estádio Jalisco, palco dos jogos iniciais do Brasil. Ado e Félix foram muito exigidos nos treinamentos. Os 20 de linha, nem tanto. Félix seguia não usando luvas. Ele não se acostumava a elas. O que causava preocupação à comissão técnica. Havia previsão de chuva para os jogos brasileiros.

Helenio Herrera, mítico treinador bicampeão europeu em 1964 e 1965 pela Internazionale, pouco entusiasta do futebol brasileiro, disse que o o Brasil "dificilmente ganhará a Copa, porque seu esquema tático é antiquado, e Pelé tem reduzida autonomia tática"...

Os jogadores ajudaram as obras de construção de uma igreja em Guadalajara, com a venda de autógrafos deles. O pároco disse que rezaria todos os dias e torceria pela Seleção.

Gérson reiterava que terminaria o contrato com o São Paulo no final de 1971 e aceitaria o convite da Rádio Globo para ser comentarista. De fato, ainda voltaria antes ao Fluminense do coração antes de empunhar brilhantemente o microfone.

Comentários