Futebol Brasileiro

Arrascaeta projeta reencontro com o Grêmio e avisa: 'Eu preciso jogar'

Meia do Flamengo entende que necessita de ritmo de jogo depois de se recuperar de entorse no joelho

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Camisa 14 deve ser titular do Flamengo no confronto com o Grêmio(Alexandre Vidal / Fla Imagem)

Camisa 14 deve ser titular do Flamengo no confronto com o Grêmio | Alexandre Vidal / Fla Imagem

No dia do aniversário de 124 anos do Flamengo, Arrascaeta foi o escolhido para dar entrevista coletiva no clube. O meia, que voltou ao time no empate com o Vasco, projetou o próximo duelo rubro-negro, com o Grêmio, e afirmou que tem a necessidade de estar em campo, mesmo que este seja o jogo que antecede a grande final da Libertadores, contra o River Plate. 

"Eu preciso jogar domingo, estou voltando agora. Nosso time vem em uma sequência, com uma metodologia do nosso treinador de não poupar ninguém, todo mundo que estiver à disposição ir para o jogo".

O uruguaio entende que os gremistas vão encarar a partida com um sabor de revanche depois do que aconteceu na Libertadores, onde o time de Jorge Jesus eliminou o de Renato Gaúcho com uma goleada histórica de 5x0 no Maracanã. 

Quer ganhar um vale-presente de R$100,00 para comprar qualquer produto na Americanas.com? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos. É grátis!
 

"Não tenho dúvida que o time deles vai se doar muito, vai com tudo a cada jogada, dividida. Temos que ir preparados para fazer o jogo, tentar jogar da mesma forma. Tentar tirar proveito dos mínimos detalhes, onde se faz diferença".

Mesmo ciente de que uma vitória sobre o Vasco teria praticamente garantido o título brasileiro ao Flamengo, Arrascaeta mostrou tranquilidade ao analisar um possível encurtamento da distância do Palmeiras e fez questão de lembrar que a equipe flamenguista só depende dela para conquistar o título.

"Temos que pensar em nós, não no Palmeiras. Dependemos só de nós e vamos com tudo para esse jogo. Com mentalidade positiva para tentar voltar com os três pontos".

Comentários