Blogs

Crise mundial faz clubes brasileiros voltarem às origens

Em meio à crise da pandemia do novo Coronavírus, clubes se movimentam para ajudar torcedores, sócios e a comunidade mais próxima

Por Bruno Formiga

Clubes de futebol nasceram de comunidades, de bairros, de fábricas, de imigrantes. Grupos com algo em comum que resolveram fundar um time para chamar de seu. A primeira função do jogo era com as pessoas. Agora, com a crise mundial do Coronavírus, equipes ao redor do Brasil relembram, na marra, que a origem de todas essas instituições é social.

Praticamente todos os times mais importantes do País entraram na luta e se dispuseram a ajudar seus torcedores e comunidades próximas. Cederam instalações, centros de treinamento, estádios particulares e redes sociais para o combate Coronavírus.

Uma corrente do bem onde, mesmo em dificuldades financeiras, vários clubes com estrutura e muitos seguidores entraram na batalha para ajudar a desafogar o sistema de saúde, arrecadar dinheiro para vulneráveis e/ou divulgar negócios e serviços de profissionais autônomos.

Não há rivalidade, não há reclamação de arbitragem, crise com torcida organizada ou pressão por vitórias. A cobrança por resultado é uma só: sair da crise, informar a população e minimizar os impactos financeiros da quarentena e da diminuição dos negócios.

E nessa, todos os times do Brasil estão na mesma competição. Não importa o tamanho, cada um tem usado as ferramentas que possuem.

Uma união forçada. E bonita de ver.

  • blog do formiga
Comentários