Blogs

Futebol x Pandemia: Clubes de menor investimento fazem esforço para retorno do futebol no Rio de Janeiro

Em nova reunião, dirigentes se comprometem a cumprir todos os protocolos necessários para retomada dos treinos

Por Monique Danello

Ferj tenta acordo com autoridades para retorno do Campeonato Carioca(Foto: Divulgação/FERJ)

Ferj tenta acordo com autoridades para retorno do Campeonato Carioca | Foto: Divulgação/FERJ

Essa foi mais uma semana de reuniões virtuais no futebol carioca. Os clubes de menor investimento voltaram a se reunir com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro para debater sobre a previsão de retorno das atividades. Na série Futebol x Pandemia, nossa reportagem vem mostrando, ao longo do último mês, as dificuldades enfrentadas por cada equipe nesse período de pandemia. O discurso de todos os dirigentes é bem parecido: o futebol precisa voltar o mais rápido possível.

A situação, em termos legais, ainda é a mesma. O retorno do futebol não foi liberado pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro e nem pela Prefeitura Municipal. A Ferj tenta encontrar uma brecha com as autoridades para encerrar o Campeonato Carioca. Para a maioria dos clubes, faltam apenas duas rodadas, as partidas que encerram a fase de grupos da Taça Rio.

Para retomar as atividades, os clubes de menor investimentos também precisam cumprir uma série de protocolos, entre eles contratar uma empresa para realizar a higienziação dos locais de treinamento. O Bangu já deu o primeiro passo. Em contato com a reportagem do Esporte Interativo, o presidente Jorge Varella explicou como tem funcionado.

"Fizemos em todos os departamentos do estádio, vestiários, arquibancadas, banheiros de torcedores, bares, só não fizemos dentro do campo. Fizemos uma sessão de sanitização essa semana e faremos, inicialmente, em todos os sábados do mês de maio", explicou o presidente do Bangu.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Assim como já fizemos com Madureira, Bangu, Volta Redonda e Boavista, nossa reportagem procurou essa semana os presidentes de Resende e Cabofriense. Os posicionamentos dos dois clubes seguem abaixo.

Resende

Em relação aos temas abordados pela nossa série de reportagens, o Resende se manifestou, através da sua assessoria de imprensa, com a seguinte nota oficial:

"O Resende FC, assim como todos os Clubes que disputam o Campeonato Carioca 2020, já se posicionou pela sua continuidade. Uma coisa é certa: o Campeonato Carioca 2020 continuará e terminará, sendo mantido o respeito aos torcedores e ao contrato firmado com a emissora detentora dos direitos."


Cabofriense

A reportagem do Esporte Interativo procurou o presidente Valdemir Mendes, mas o dirigente não respondeu nenhum dos nossos contatos.

 
Comentários