Blogs

Garotos do Ninho expõe fraqueza do Palmeiras

Verdão viu jovens do Flamengo dominarem as ações do jogo mesmo no Allianz Parque

Por Taynah Espinoza

Palmeiras ficou apenas no empate contra o Flamengo, que tinha 16 desfalques pela Covid19(1021)

Palmeiras ficou apenas no empate contra o Flamengo, que tinha 16 desfalques pela Covid19 | 1021

Não é de hoje que o Palmeiras é questionado sobre a qualidade do seu futebol. Em determinado momento, o resultado era a bengala perfeita pra tentar barrar essas críticas ao time. Mas agora, mesmo invicto há 18 jogos, nem o resultado consegue ajudar mais. Até porque em todas essas partidas sem derrota, aconteceram muitos empates. Dez, pra ser mais precisa.

O Palmeiras consegue estar no G4 do Brasileirão com apenas quatro vitórias em onze partidas. Isso, na verdade, até diz mais sobre o campeonato do que sobre o Palmeiras. Mas também faz a gente se perguntar se resultado, ou posição na tabela, deve ser o único ponto a ser considerado num trabalho. E mais: se treinador é, de fato, o problema nessa história.

Digo isso porque Luxemburgo ainda não conseguiu dar uma cara, um estilo a esse time. Já fez algumas tentativas, mudando esquema e mudando jogadores. A equipe consegue fazer um tempo bom, um jogo, quem sabe e, na sequência, não consegue repetir.

A questão é que é assim não só com Luxemburgo. Com Mano, esse elenco também não conseguia ter boas atuações. Com Felipão, em 2019, da mesma forma.

A diferença de ritmo no jogo ontem entre os jogadores do Palmeiras e os garotos do Flamengo era impressionante. A intensidade das duas equipes andava em extremos opostos. E é assim no Verdão há algum tempo.

São jogadores vitoriosos, inquestionavelmente talentosos. Mas assim como Luxa não pode deitar na história que construiu no futebol em tanto tempo de carreira, esses atletas também não deveriam se acomodar com o que fazem no clube. Até porque, nos últimos tempos, têm feito muito pouco.

Comentários