Blogs

Griezmann queria “sentar na mesa com Messi e Cristiano”, mas neste momento é apenas mais um

No Barcelona, Griezmann ainda não foi o jogador do qual Simeone e o Atlético de Madrid se despediram há um ano

Por Tatiana Mantovani

Griezmann vive seu momento mais complicado no Barcelona

Griezmann vive seu momento mais complicado no Barcelona

Se o Barcelona pagou 120 milhões de euros por Antoine Griezmann, muito se deve a Diego Pablo Simeone. El Cholo foi o técnico que transformou Griezmann no jogador determinante que é, ou foi se olharmos somente para o recorte deste momento. No Atleti, Griezmann jogava como segundo atacante ou até como referência, tinha total liberdade de movimentos no ataque, foi Simeone que o colocou ali. Jogando assim, Griezmann se tornou um dos artilheiros históricos do Atleti, o maior artilheiro da história do clube na Champions, conquistou títulos e foi campeão do mundo.

Tudo o que acontece com Griezmann no Barcelona, repercute no Atlético de Madrid. No Atleti vimos o melhor Griezmann, o jogador que foi o terceiro melhor do mundo em 2016 e 2018, um dos referentes da Seleção campeã do mundo na Rússia. A torcida colchonera não perdoa o francês por ter deixado o clube como o fez, mas Simeone já se mostrou, mais de uma vez, agradecido pelo que Grizi fez com a camisa do Atleti e disse não julgar a decisão do jogador.

A cara de Simeone no momento que Griezmann entrou em campo nos minutos finais do jogo entre Barcelona e Atlético de Madrid viralizou. Simeone não fala sobre a situação do seu ex-jogador no novo clube. Se limita a dizer que não tem palavras para descrever. Perguntado sobre se o jogador errou saindo do Atleti rumo ao Barcelona, o técnico disse não querer ser desrespeitoso com a resposta e fugiu do tema.

Griezmann estar vestindo a camisa do Barcelona não foi uma decisão do Atlético de Madrid, não foi uma decisão de Diego Simeone. O clube e o técnico deram tudo para que o francês continuasse sua história no clube. Na época em que o francês decidiu seguir no Atleti, antes de tomar a decisão definitiva de deixar o clube, a esposa de Griezmann o avisou “No Atlético você pode entrar na história, lá (Barcelona) você será mais um”.

Griezmann e Simeone no Atlético de Madrid

Em alguns dias, Griezmann completa um ano de Barcelona e até agora vimos pouquíssimo do jogador que deixou o Atlético de Madrid. Ele queria “sentar na mesa com Messi”, mas até aqui está apenas sendo mais um. Griezmann tem futebol para mudar a situação, já o vimos sendo decisivo, resta saber se conseguirá fazer isso no Barcelona.

Comentários