Blogs

Jesualdo eterno

Treinador chega dando show ao Santos. Começa com o pé direito sem dar pontapé em ninguém

Por Mauro Beting

Em uma hora, Jesualdo Ferreira falou mais e melhor do que muitos treinadores no Brasil nos últimos anos. 

Insisto: treinadores NO BRASIL. Não TREINADORES BRASILEIROS. 

Reitero usando a mesma tese que ele explicou e que eu também tenho há anos: existe o futebol inglês (que está evoluindo) e o futebol na Inglaterra (o melhor do mundo hoje). Como existe o futebol italiano (que ainda tenta se recuperar) e o futebol jogado na Itália (que tem melhorado). 

Fruto da globalização, da troca de experiências, dos estrangeiros sem corporativismo, de uma série de situações. 

Jesualdo mandou muito bem também ao citar dois grandes nomes brasileiros que treinaram em Portugal. Felipão (quarto colocado na Copa-06) e Oto Glória (terceiro em 1966). Este também treinou o Santos, 10 anos depois. 

E melhor ainda foi o professor Jesualdo ao lembrar que são estrangeiros os melhores técnicos na Inglaterra - como foram no BR-19 os dois melhores. E que foram os treinadores brasileiros que conquistaram tudo pela Seleção e pelos clubes - exceto o excepcional trabalho de JJ em 2019 no Flamengo. 

É preciso valorizar sim o que fizeram. Tanto quanto estar atento com o professor que chega à Vila Belmiro. 

"Temos que andar à frente da bola", diz sempre o português. E ele se preparou para isso. Como parece pronto para tentar fazer mais com um elenco que promete menos em 2020 pelas saídas. 

"Jogadores têm que se sentir honrados e vaidosos com o que fizeram em 2019". É isso. Não ter receio de trabalhar com os talentos e com os egos. 

"O Santos já ganhou tudo. Mas precisa criar agora uma história". 

"Essa equipe me fez algo muito difícil. Preciso fazer algo melhor com ela". 

Já começou fazendo.

Se vai dar certo, nem ele, que sabe muito, sabe.

Mas que promete coisas boas como a entrevista "que foi mais longa que uma partida de futebol, PQP", como ele falou brincando falando sério, não há quem possa negar

  • Mauro Beting
  • Jesualdo Ferreira
  • Santos
Comentários