Blogs

Jogadores têm mais cabeça que cartolas

Mas, desta vez, parece haver mais equilíbrio da maioria.

Não de todos

Por Mauro Beting

Atletas pedem respeito e responsabilidade na volta a campo

Atletas pedem respeito e responsabilidade na volta a campo

Futebolistas no Brasil só se unem para dar volta olímpica. Embora tenham muita classe e categoria na média acima dela, como categoria e como classe perdem muitas batalhas. Sobretudo se comparados a argentinos e uruguaios, que normalmente sabem cruzar braços e pernas quando bradam por seus direitos.

Claro que existem mais do que honrosas exceções. O Bom Senso FC foi um timaço que ganhou várias divididas e empatou goleadas sofridas.

O melhor do movimento articulado por alguns atletas de vários matizes e orientações ideológicas é que eles estão colocando a saúde e a ciência acima de tudo e de todos os interesses. Também falam ou tentam defender a esmagadora maioria que ganha muito menos. Quando ganha. E que tem às vezes só três meses de salário por ano. Quando tem.

Estão sendo responsáveis e respeitosos. Diferente de muita gente que não merece nem ser contada como gente. Essa inominável que só leva em conta e só pensa (SIC) em números e não em nomes

Comentários