Blogs

Messi e CR7 não sabem se acomodar

O português foi pra Juventus em busca de novos desafios e o argentino pode deixar o Barcelona pela falta de um projeto vencedor

Por Taynah Espinoza

Há uma década, eles praticamente monopolizam o Prêmio de Melhor Jogador do Mundo. E querem mais!(2019 UEFA)

Há uma década, eles praticamente monopolizam o Prêmio de Melhor Jogador do Mundo. E querem mais! | 2019 UEFA

O maior ídolo da história do clube abandona o barco na hora mais necessária. Essa é uma das leituras que algumas pessoas podem ter sobre a saída de Lionel Messi do Barcelona. Depois do 8x2 do Bayern pra cima do clube catalão, o camisa 10 pediu pra sair. Se fosse só pela goleada sofrida, eu até poderia concordar com essa teoria. Mas definitivamente, não é.

Messi não deixa o Barcelona pela goleada sofrida. Deixa pela falta de um projeto. Deixa por discordar de muitas atitudes da atual diretoria. Ele reclamou publicamente sobre um posicionamento de Abidal. Questionou a contratação de um treinador com basicamente 50% de aproveitamento na média na carreira. Ficou na dúvida sobre o real esforço pra contratar Neymar. Viu Griezmann, que não era tão desejada assim pelo grupo, chegar. Não é de hoje que Messi discorda dessa direção.

A gente pode até questionar se ele não quer poder demais sendo “apenas” um jogador. Mas que ele tem direito de discordar disso tudo e, por isso, deixar o Barcelona, isso ele tem. E não diminui uma vírgula de tudo que ele fez pelo clube até hoje.

Aliás, pra mim, isso só mostra o quanto Messi, que já venceu tudo com o clube na vida, ainda sente essa fome de vitórias, essa necessidade de ser campeão. Acho isso louvável! Pelos passos que ele via essa direção dar, não entendia ser possível conquistar títulos no Barcelona. E aí deve seguir a sua história em outro lugar.

Com o tanto de dinheiro que ganha no clube catalão, com a idolatria que o torcedor tem por ele, Messi poderia muito bem se acomodar e ficar no Barça até quando ele quisesse. Mas não. Ele prefere mostrar o quanto está insatisfeito, mostrar o quanto vencer ainda mexe com ele.

Messi e Cristiano Ronaldo são surpreendentemente competitivos mesmo depois de ganhar tanto. CR7 foi pra Juventus em busca de novos desafios. Messi deve trocar de clube pra seguir vencendo. Os dois são uma aula de dedicação, uma aula de valorização da carreira, uma aula de quem quer sempre mais!

A gente precisa agradecer por viver na mesma época de dois gigantes da história do futebol.

Comentários