Blogs

Mourinho que nada! O único comparável a Guardiola é Jürgen Klopp

Técnico alemão faz história com o Liverpool e se consolida como a grande pedra no sapato de Pep Guardiola. Um campeão com estilo agressivo e que não abre mão daquilo que pensa sobre futebol.

Por Bruno Formiga

José Mourinho foi contratado pelo Real Madrid para ser antídoto ao Barcelona de Guardiola. Em parte, estancou a sangria e diminuiu as humilhações (apesar de tomar um 5x0 no Camp Nou). Mas entre 2010 e 2013 precisou mudar o seu estilo e o do time nos embates diretos. E perdeu mais que ganhou.

O tempo passou e o futebol encontrou respostas para a dominância de Guardiola. A melhor delas atende pelo nome e sobrenome de Jürgen Klopp. 

O já histórico técnico do Liverpool não vive só de conquistas eternas como a Champions 2018-2019 e os inéditos Mundial e Premier League (sim, o Liverpool ainda não tinha vencido nenhum dos dois). Fez tudo isso sem tirar um centímetro do que acredita, ao contrário de Mourinho.

Klopp, por sinal, é o único treinador que venceu mais do que perdeu na comparação direta com Guardiola. E conseguiu a proeza com um jogo agressivo, intenso e indomável. Nunca precisou recuar suas ideias. E nem seus times.

O Liverpool é uma versão aprimorada de tudo o que ele sempre procurou aplicar: futebol vertical, marcação alta e entrega total. Mas agora com o tempero de valorização de posse, quando necessário. 

Coloque nessa conta um carisma absurdo e uma dedicação raríssima ao trabalho - e ao torcedor. Klopp respeita demais o sentimento de arquibancada e parece sempre perfeitamente adaptado ao contexto dos seus clubes. É como se tivesse nascido ali.

Foi assim no Mainz, no Borussia e agora no Liverpool. São 14 anos de carreira e nove títulos. Todos gigantescos, emblemáticos e conectados com a massa.

Não é visto como ídolo por acaso. 

Tem feitos em todos. E uma sintonia especial com cada um.

É um enorme (sempre sorrindo) da era moderna.  

Comentários