Blogs

Noites Libertadores: São Paulo 3 x 0 LDU

Se não sabe mais o que é vencer fora de casa com ou sem ar, em casa não existe no Brasil e na Liberta um clube tão vencedor quanto o São Paulo

Por Mauro Beting

São Paulo chegando ao Morumbi e a Liberta chegando ao São Paulo

São Paulo chegando ao Morumbi e a Liberta chegando ao São Paulo

Tinha Luís Fabiano no campo para quem sabe inspirar o ataque que cria mas não faz. Tinha muita gente na arquibancada para dar o fôlego que faltou em Juliaca e ajudar a tirar a nhaca do time que cria mas não faz gols.

Teve um ataque e um pênalti e uma bomba de Reinaldo. Na sequência teve bola na área livre para esse garoto Daniel Alves ampliar. Teve mais um par de bons lances até o terceiro, em jogada bem trabalhada e executada por Igor Gomes. Teve mais chances com a expulsão de Sornoza.

Foi 3 a 0. E se fosse mais não seria um absurdo. O São Paulo jogou bem como tem jogado recentemente. O time de Diniz criou muitas oportunidades. Desta vez não bobeou atrás. Não faltou ar. Sobrou disposição. Sobrou em campo.

O resultado mais do que necessário veio com juros e correção futebolística. E mais preciso ainda depois dos 8 a 0, repito, oito a zero do River na baixitude de Buenos Aires contra o Binacional.

É possível se classificar. É possível jogar melhor.

E teve essa festa da foto antes da partida para recepcionar o São Paulo no Morumbi. Teve essa gente toda para criar o ambiente com mandante com melhor desempenho caseiro entre os brasileiros na competição.

Esse espírito nem sempre entra em campo. Torcida nem sempre ganha jogo.

Mas esa camisa em Liberta tem que respeitar.

Comentários