Blogs

Nunca foi pelo Carioca, mas sim para iniciar o Brasileirão

Desejo dos dirigentes do futebol carioca não era retomar o estadual, que não vai gerar nenhuma receita nova, mas sim iniciar o Campeonato Brasileiro

É bem difícil hoje projetar quando o Campeonato Brasileiro 2020 começará

É bem difícil hoje projetar quando o Campeonato Brasileiro 2020 começará

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, disse nesta segunda-feira, em entrevista à CNN Brasil, que o pensamento da CBF e dos clubes é iniciar o Campeonato Brasileiro de 2020 na última semana de julho, no máximo, no início de agosto. O principal torneio do futebol nacional deveria ter começado no dia 2 de maio, mais foi adiado, bem como todas as competições esportivas no país, em função da pandemia do Coronavírus.

A declaração do dirigente rubro-negro só escancara o que foi dito neste blog há quase um mês: a intenção do Flamengo ao iniciar o debate para a retomado do futebol no Brasil nunca foi terminar o Campeonato Carioca, mas sim desenhar um cenário em que forçasse o início do Campeonato Brasileiro. Os cartolas rubro-negros, junto com a federação do Rio e outros clubes (menos Botafogo e Fluminense) só não contavam com um ponto: o discurso deles não colou nos outros estados.

O quadro hoje, segunda, dia 22 de junho, é que os outros três principais campeonatos estaduais do país, Paulista, Mineiro e Gaúcho, não vão retornar antes da última semana de julho, no exato período em que CBF e Flamengo pensam em começar o Brasileirão. Como a CBF garantiu às federações que terminará todos os estaduais, é consenso entre os clubes que não se jogará o Campeonato Brasileiro antes de terminar o estadual. Dois dirigentes de clubes paulistas e um de um clube gaúcho me confirmaram que essa possibilidade não existe.

Além disso, o que não se esperava era que a crise do Coronavírus iria piorar nesses locais. O quadro está piorando no interior do Rio Grande do Sul, com previsão de se agravar também na capital. Em Minas Gerais, estuda-se adotar um lockdown, um de verdade, em várias localidades, com os números de contágio piorando. Se continuar assim, pode ser que esses estaduais não retornem na última semana de julho.

A crise financeira agravada na maioria dos clubes por causa do Coronavírus praticamente não teria alívio algum com a retomada dos estaduais, que geram receitas de direitos de televisão bem pequenas considerando o orçamento dos clubes e a maioria já foi paga. Isso só aconteceria mesmo com o início do Brasileirão, com cotas de TV bem maiores. Com o cenário atual, é bem improvável imaginar que o Campeonato Brasileiro começar antes do meio de agosto.

Comentários