Blogs

O futebol precisa se desprender do passado para minimizar os efeitos do Coronavírus

Ação do Corinthians, inspirada no Borussia Monchengladbach, é uma forma de gerar receita quando jogos acontecerem com portões fechados

Por Taynah Espinoza

Esses dias eu estava assistindo um vídeo nas redes sociais, entre os muitos que temos acesso nessa quarentena, e ouvi algo que me fez repensar: “as pessoas estão presas ao passado. É preciso pensar no presente”. Mas o que isso tem a ver com futebol? Calma, eu explico.

No momento em que vivemos no Brasil, onde muitas pessoas não conseguem trabalhar e perderam parte (ou a totalidade) da sua renda pelo novo Coronavírus, é necessário se reinventar. É preciso pensar em novas formas de oferecer um serviço, de gerar renda para tentar seguir a vida. E o futebol, guardadas as devidas proporções, também precisa passar por este processo.

É natural que todos os clubes sintam os efeitos dessa paralisação dos campeonatos. Não há mais renda com público no estádio, não há mais venda de camisa em dias de jogo, não há mais dinheiro de direito de transmissão. E é aí que entra aquela frase que eu disse lá no início. Isso tudo são “coisas do passado”. O futebol precisa, agora, tentar se desprender dessa forma de arrecadar verba do passado e pensar em como diminuir o problema no presente.

Torcedor do Corinthians poderá "participar" do jogo e auxiliar o clube a minizar a perda de receita quando jogos acontecerem com portões fechados. Foto: Divulgação Corinthians

O Corinthians divulgou nesta sexta-feira uma ideia, inspirada no Borussia Monchengladbach, que pode minimizar as perdas de receita em dias de partidas, por exemplo. O projeto “O Timão é a sua casa” vai levar torcedores ao estádio de uma forma diferente. Através de fotos personalizadas, o clube pretende levar a Fiel até a Arena. O torcedor pode participar das seguintes formas:

- Com foto impressa num bandeirão na arquibancada: R$ 49,90

- Com foto impressa num material rígido e resistente que ficará nas cadeiras: R$ 199,90

- Com foto impressa num material rígido e resistente que ficará nas cadeiras: R$ 199,90 + envio de réplica autografada pelos jogadores: R$ 299,90

Ideia do Corinthians é inspirada no Borussia Monchengladbach. Foto: Divulgação Corinthians

O valor ainda é pouco comparado as perdas que os clubes terão. Mas devagarinho, as equipes precisam pensar em como gerar receita agora, no presente. E não mais naquelas formas do passado. Pelo menos, por enquanto.

Comentários