Blogs

O real motivo de eliminatórias sem arbitragem brasileira

Pela primeira vez Brasil fica sem árbitros em jornada dupla das eliminatórias sulamericanas. 

Por Péricles Bassols

Daronco foi um dos árbitros que testou positivo durante a estadia na Argentina(GZH)

Daronco foi um dos árbitros que testou positivo durante a estadia na Argentina | GZH

Não é  por motivo técnico. Também  não é  devido ao Covid 19 como foi anunciado por algumas fontes. Esta pode ser a desculpa que a Conmebol vai dar nesse momento para este fato histórico para a arbitragem  brasileira. Eu estive em dois ciclos de Copa do Mundo e nunca vi uma equipe brasileira de fora.
A ausência de brasileiros está relacionada  ao desentendimento entre a cúpula da CBF e da Conmebol com relação aos árbitros brasileiros enviados para " bolhas" da libertadores na Venezuela e na Argentina. 
Para que estes pudessem apitar seus jogos, precisavam cumprir os protocolos sanitários destes países referentes ao Covid 19. 
Eis que, já em solo estrangeiro, em isolamento, tanto a equipe enviada para Argentina como a "venezuelana" testou positivo, sendo, portanto, impedidos de fazer seus jogos. 
A equipe que foi para a Venezuela passou por uma viagem de aproximadamente 1.500 km e quase dois dias pela transamazonica - de carro - para chegar a Caracas, saindo de Boa Vista.
Todo este contexto parece ter desagradado o presidente da CBF, Rogério Caboclo, que exigiu o retorno de seus árbitros ao Brasil. Esta atitude teria deixado o paraguaio Alejandro Dominguez- presidente da conmebol - muito contrariado, não dando possibilidade da escala de brasileiros ao atual presidente da comissão de arbitragem da entidade sulamericana, o brasileiro Wilson Seneme.
Enquanto eles não se entendem quem paga é o arbitro brasileiro, que terá de esperar que os egos se acalmem.

Comentários