Blogs

POLÊMICAS VAZIAS (em texto): Ibra ou Juninho?

Polêmicas Vazias discutiu quem são os maiores jogadores de cada uma das principais ligas europeias. E a grande questão foi: quem leva na França?

Por Bruno Formiga

POLÊMICAS VAZIAS (em texto): Ibra ou Juninho?

POLÊMICAS VAZIAS (em texto): Ibra ou Juninho?

Esse dias gravei um Polêmicas Vazias (no Youtube) em que procurava cravar quem eram os maiores nomes das cinco grandes ligas da Europa. Tudo muito tranquilo... até chegar na França.

Juninho é gigantesco. Criou um momento único na história do Lyon. Mas será que isso faz do brasileiro o maior jogador da história da Ligue 1?

Minha resposta é não.

Juninho é o maior vencedor do campeonato francês. Tem sete. Mas junto com ele estão Verratti e Thiago Silva. Obviamente os dois não são os grandes nomes da história do torneio. Número de títulos, por si só, não constrói um gigante.

O caso de Juninho vai além. Ele criou uma dinastia do Lyon. Um domínio de sete temporadas seguidas. Um legado maior para o clube do que para a liga. 

E é ai que entra Ibra.

O sueco mudou o campeonato (que, lembremos, ganhou o nome de Ligue 1 em 2002 e de lá pra cá tentou entrar no bolo das grandes ligas). Levou mídia, atenção e impacto que raramente a França tinha tido. Um país acostumado a exportar os talentos, não importá-los prontos, como era o caso de um Ibra já vencedor e experiente. 

Ibra foi contratado com um objetivo claro: mudar o PSG de patamar. Fez isso. E levou junto o campeonato inteiro. Ganhou quatro títulos seguidos e tirou o time de uma fila de quase 20 anos. Foi eleito o melhor jogador em três desses e artilheiro em  outras três oportunidades. Esteve na seleção da Ligue 1 nos quatro anos em que jogou lá.

Entre os jogadores que marcaram pelo menos 20 gols desde a temporada 2010/2011, Zlatan Ibrahimovic é o que possui a melhor proporção de gols para minutos: um gol a cada 91 minutos na Ligue 1. Está à frente de Neymar (um gol a cada 97 minutos), Kylian Mbappé (um gol a cada 98 minutos) e Edinson Cavani (um gol a cada 109 minutos).

Foram 113 gols em 122 jogos na competição. Tem o recorde de 38 gols em uma só temporada. 

Foi dominante dentro e fora de campo. 

Existe um antes e depois de Ibra na Ligue 1, que passou a figurar no mapa e no radar. E até Juninho sabe disso. Em uma matéria do Globoesporte.com, repercutindo a eleição do L'Équipe que colocou justamente Ibra como o maior estrangeiro da história do campeonato, o brasileiro concordou: "Eu votaria nele".

Por isso Ibra é o maior nome da história do campeonato.

Por enquanto.

Comentários