Blogs

Convocação quase indiscutível

Tite convoca Seleção Brasileira pro início das Eliminatórias com novidades e pouca discussão

Por Taynah Espinoza

Everton Ribeiro não foi convocado por pressão popular(Getty Images)

Everton Ribeiro não foi convocado por pressão popular | Getty Images

Toda e qualquer convocação de Tite terá questionamentos. Alguém sempre vai preferir um ou outro nome que o treinador da Seleção Brasileira convocou ou deixou de convocar. Mas essa lista, no geral, me agradou muito. E trouxe novidades que Tite queria há algum tempo.

Everton Ribeiro não foi convocado pela pressão externa. Não foi a opinião pública, os tantos e tantos posts questionando por que o treinador da Seleção não convocava mais jogadores do Flamengo. Tite já observava Everton há algum tempo. Aliás, ele queria um jogador com essas características, fazendo a função que Everton Ribeiro faz. E por algum tempo, antes do Flamengo jogar tudo isso, olhava pro meia com carinho porque queria chama-lo, mas ele ainda não apresentava todo esse futebol. Agora, Everton jogou. E, justamente, Tite convocou.

Justo também seria convocar Gerson. O problema é que na posição dele, a disputa vai ser das maiores pra Copa. Tem Gerson, Bruno Guimarães, Arthur, Matheus Henrique...decidir entre esses quatro não é uma missão fácil. Pra essa convocação, Tite chamou quem está na Europa, quem, teoricamente, tem um nível de enfrentamento maior. Esse pode ser um dos critérios, inclusive aprendido por Tite depois do que aconteceu na última Copa do Mundo.

De resto, não há muita discussão. Alisson ficou fora por lesão. Felipe e Renan Lodi estão bem no Atletico de Madrid e merecendo a oportunidade. Fabinho precisava voltar depois de ter ficado fora da Copa América. Daniel Alves, mesmo jogando no meio no São Paulo, ainda deve ser convocado porque a lateral direita é uma lacuna grande pro Brasil. E Coutinho, pra mim, é questionável.

Mas uma convocação da Seleção Brasileira sem NENHUM questionamento, acredito que nunca vai acontecer.

Comentários