Blogs

Ramon fez Vasco jogar mais do que podia e, surpreendentemente, pagou por isso

Direção do clube decide demitir o treindor em vez de reconhecer seus próprios erros. Não é novidade no futebol brasileiro.

Por Taynah Espinoza

Depois da derrota pro Bahia fora de casa, Ramon acabou demitido do Vasco(2020 Getty Images)

Depois da derrota pro Bahia fora de casa, Ramon acabou demitido do Vasco | 2020 Getty Images

A notícia da demissão de Ramon Menezes no Vasco hoje é daquelas que, quando aparece nas redes sociais, precisa ser checada pra confirmar se é verdade ou fake news. Tinha toda cara de mentira. Não era possível. Mas é verdade.

Depois de perder pro Bahia fora de casa, Ramon foi desligado pelo clube. Bahia, diga-se, que hoje tem um elenco tão bom ou melhor que o do Vasco e que paga os salários dos atletas em dia, algo que o clube carioca não consegue há algum tempo.

Mesmo com tantos problemas financeiros e políticos no Vasco, o clube começou o Brasileirão com três vitórias em três jogos. O aproveitamento empolgou e, quem sabe, tenha feito a diretoria sonhar com algo que passa longe da realidade da equipe neste momento. A realidade é o que acontece agora: 10º lugar com 18 pontos.

O que Ramon conseguia fazer com o Vasco mesmo com tantos problemas era bastante interessante. Óbvio que o treinador errou. Qual técnico não erra? Ainda mais jovem assim. Mas imaginar que era possível manter aqueles números do início do campeonato o ano todo é querer se iludir e não reconhecer o péssimo trabalho feito pela diretoria. Está aí, pra mim, um dos motivos pra tantas trocas de técnico no Brasil.

Trocar o treinador é empurrar a culpa pro outro, é não reconhecer seus erros, é falta de planejamento. E tudo isso, tem de sobra por aqui.

Ramon parece estar pagando o preço por ter começado o Brasileirão muito bem. É louco falar isso, mas é verdade. O treinador virou refém do trabalho positivo que conseguiu mostrar em algum momento. Era até meio óbvio que aquele aproveitamento não continuaria. Só não era óbvio pra quem não quer enxergar. Ou então pra quem quer jogar a culpa em cima do outro.

Comentários