Blogs

Tite virou um equilibrista sem rede de proteção

As entrevistas de Tite têm escancarado uma incoerência grande, além de uma sensação de não acreditar no que diz. É uma pena ver um técnico tão capacitado perdido em meio à politica da CBF

Por Vitor Sérgio Rodrigues

Tite vem sofrendo suas críticas mais fortes desde que assumiu a seleção brasileira(Lucas Figueiredo  / CBF)

Tite vem sofrendo suas críticas mais fortes desde que assumiu a seleção brasileira | Lucas Figueiredo / CBF

É uma pena ver alguém tão capacitado como Tite, que mereceu chegar ao lugar onde está, se perder dia após dia nas palavras e no nocivo ambiente político que está metido dentro da CBF. Falo com pesar de verdade. 

A declaração de Tite de que considerada as rodadas finais de um Campeonato Brasileiro em pontos corridos com um valor de importância maior do que as iniciais e intermediárias por causa do "fator psicólogo" desafiam a inteligência de um ser humano de QI mediano. Eu duvido que ele, um especialista nesse formato de torneio, acredito nisso de verdade. É constrangedor.

A verdade é que Tite virou refém da politicagem vigente na entidade que ele escolheu representar. Com isso, cai em uma incoerência atrás da outra, perde credibilidade e se expõe. Hoje, Tite é um equilibrista ruim andando em um fio de espessura minúscula, sem rede de proteção embaixo. Haja equilíbrio e retórica

Comentários