Blogs

Vadão

Um dos caras mais legais e sérios que o futebol produziu. Se há como discutir o trabalho como treinador da Seleção feminina, o Carrosel Caipira do Mogi Mirim de Rivaldo, em 1992-93, foi o ponto alto. Câncer o levou aos 63 anos.

Por Mauro Beting

Vadão era o treinador do Mogi Mirim em 1992-93. É o primeiro em pé, à esquerda

Vadão era o treinador do Mogi Mirim em 1992-93. É o primeiro em pé, à esquerda

O Mogi Miriam não era um "Carrossel Caipira". Mas o nome pegou. O 3-5-2 que era demonizado no Brasil pelo fracasso na Copa de 1990 virou caso de sucesso no último semestre de 1992 e no primeiro de 1993. Quando o time que tinha até mais Válber (artilheiro do SP-92) do que Rivaldo foi um sucesso dirigido por Osvaldo Alvarez?

Quem? 

Vadão!

Treinador que depois não repetiria em outros clubes o mesmo desempenho. Também porque não tinha o Rivaldo que seria o melhor do mundo em 1999. Também por nem sempre ter o melhor elenco disponível. Ou disposto.

Mas uma pessoa que merecia sempre o melhor. Não apenas por buscar o melhor profissionalmente. Mas por buscar o melhor das pessoas.

Afinal, que outro treinador você lembra de ter dedicado um título como ele fez ao ganhar o Rio-São Paulo em 2001 e oferecer a vitória a Nelsinho Batista?

Isso é Vadão.

Força e luz à família.

Comentários