Blogs

Vamos à luta, Lusa

Estádio do Canindé faz 48 anos hoje. Não sabemos se fará 49. E se é negócio que se faça... 

Por Mauro Beting

Hoje o Canindé faz 48 anos. Não sei se fará 49. Não sei se no ano do centenário da Portuguesa o estádio inaugurado no centenário da Independência do Brasil precisa de um grito ou de um gesto de "independência ou...". As contas não fecham. O clube parece fechado. O time mal existe. As dívidas persistem.
Mas o sentimento que ergueu esse estádio pode reerguer o clube. É preciso persistir. Navegar mesmo que nas aguas turvas como as do Tietê vizinho. Mal parecem águas. Mal parece rio.
Quase mais nada parece a Lusa.
Mas não perece quem tem a história dela. De luta. De Lusa.
Não sei como sair disso e dessa. Só dizer não resolve.
É preciso fazer.
É preciso aquele espírito de Lusa e de luta para evitar o luto dos últimos anos.
Independência e vida.
Como? Eu não sei.
Mas fica aqui a torcida. Como ela está ali há 48 anos. Ainda que com mais espaços vazios do que cheios. Mas com gente presente mais cheia de amor do que muita gente de clubes com mais gente.
Meus respeitos sempre ao torcedor da Portuguesa. Um bravo. Até porque muita gente fora e sobretudo dentro desrespeitou essa história centenária.
Uma história que não pode ser agora só história.
 

Comentários