Blogs

Vasco x Flamengo nunca é sub, Vasco

Abel Braga não pode rebaixar o Vasco e o clássico ao escalar um time sub para enfrentar o Flamengo (também sub) pelo RJ-20

Por Mauro Beting

Os campeões da América, brasileiros e vice mundiais voltam das merecidas férias no dia do clássico dos milhões no Maracanã. Não tem como o Flamengo escalar o seu melhor (e muito melhor do que todos) no Rio. Também porque o clube deciciu não dar bola ao torneio. E até mesmo à parceira global, em outra atitude muito discutível, mas que faz parte dos negócios, e também do nível absurdo do Flamengo no futebol fluminense.

O Flamengo está na dele. E por méritos próprios.

O Vasco que tão bem o encarou como Vasco no 4 a 4 em novembro de 2019, pelo Brasileirão, não tem o menor motivo para não mandar o melhor Vasco possível a campo nesta semana.

Descanso na segunda rodada? Jamais. Se é fato que o corpo se esgarça mais na segunda do que na primeira partida, que então Abelão poupasse os titulares na estreia sem gols e com muitas chances perdidas em São Januário contra o Bangu.

Não no clássico contra o Flamengo C. Até porque se fosse o time principal de Jorge Jesus, Abel pouparia sua boa molecada em nome da preparação para a temporada?

Outra: o time titular vascaíno já é muito jovem. Não tem sentido subir 8 que vieram da Copa São Paulo de Juniores para entrarem em campo em um clássico desse tamanho, embora ainda mais esvaziado pela intenção vascaína de mandar a campo uma escalação alternartiva.

Receio de perder para o Flamengo C? Medo maior de apequenamento de pensar assim um Gigante da Colina.

Isso é Vasco. Não um time de esquina, por mais que o clube, por vezes, pareça ser.

Já entra perdendo o clássico e se perdendo com elenco, torcida e o futebol se pensar menor com receio de derrota.

Que entre como Vasco e jogue e ganhe o clássico. Assim se fez a glória do clube.

Assim encarou o Flamengo nos 4 a 4 e em tantas vezes.

Jogue e tente ganhar. Bem ou mal.

Pior é nem jogar. E ainda correr o mesmo risco de perder para o rival. E ficar na história que o Vasco teve receio de ser derrotado pela terceira equipe-rubro-negra. 

Ainda mais depois do 4 a 4 recente.

Que Abel reveja a decisão que não se justifica nem fisicamente, por mais absurdo que siga sendo nosso calendário.

Que o Vasco pense como Vasco. Que o Vasco se porte como Vasco.

Esvaziar o clássico não se justifica em nenhum sentido,

Comentários