Blogs

Vinícius Junior não jogou contra o City e ninguém entendeu o Zidane

O Real Madrid foi eliminado da Liga dos Campeões e a ausência do Vinícius Jr chamou atenção

Por Tatiana Mantovani

Vinícius Jr não jogou contra o Manchester City

Vinícius Jr não jogou contra o Manchester City

O Manchester City derrotou o Real Madrid por 2x1 na partida de volta das oitavas de final da Champions League e os blancos deram adeus à competição. Depois da derrota pelo mesmo placar na partida de ida, o Real precisava virar para seguir na competição. Não conseguiu. E uma das perguntas mais repetidas nas entrevistas ao técnico Zidane após a partida foi: por que Vinícius Jr não jogou?

Os escolhidos por Zidane para acompanhar Benzema no ataque no time titular foram Rodrygo e Hazard. O brasileiro, que atuou na ponta direita, foi o responsável pela jogada e pela assistência para o gol do Benzema. Hazard não apareceu. O belga ainda arrastava um incômodo, mas mesmo assim esteve em campo 83 minutos. Zidane fez quatro substituições na partida. Asensio, Valverde, Lucas Vázquez e Jovic jogaram. Vinícius Jr sequer aqueceu para entrar. Após o jogo, o jornal Marca destacava “Vinícius não jogou... Talvez deveria pensar em seu futuro”.

Nas diferentes entrevistas pós-jogo, nas quais Zidane foi questionado sobre a ausência de Vinícius, ele respondeu: “Hoje jogaram outros. Nestas ocasiões, quando uma equipe perde sempre se podem procurar alguma coisa. Outros poderiam ter entrado. Sou o técnico e hoje foram outros jogadores”.

Chama muito a atenção que, em uma partida na qual o Real Madrid poderia ter aproveitado a velocidade e o desequilíbrio de Vinícius Jr, Zidane não tenha contado com ele. Antes da partida, Vinícius era o segundo atacante mais utilizado por Zidane na temporada. Vinícius Jr marcou um dos gols mais importantes para o Real conquistar o Espanhol, fez o primeiro no clássico contra o Barcelona. Vinícius foi o jogador que criou as principais ocasiões do Real Madrid no jogo de ida contra o City. Após a parada, só Benzema tinha jogado mais que o brasileiro, que foi determinante em diferentes partidas.

É muito estranho que um jogador que já mostrou que pode ser importante não tenha recebido nem um minuto em campo em uma partida decisiva e na qual poderia ter sido determinante. Ninguém entendeu e Zidane não soube explicar.

Comentários