Brasileirão

Andrés Sanchez detona jogadores do Corinthians após derrota contra o CSA

Irritado, presidente do Corinthians concedeu entrevista coletiva depois do tropeço por 2 a 1 diante do CSA

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Clima quente: Andrés Sanchez detona jogadores do Corinthians após derrota para o CSA(Daniel Vorley/AGIF)

Clima quente: Andrés Sanchez detona jogadores do Corinthians após derrota para o CSA | Daniel Vorley/AGIF

O Corinthians segue enfrentando seu pior momento na temporada. Na noite da última quarta-feira (30), o time comandado por Fábio Carille perdeu para o CSA por 2 a 1 e completou um mês sem vencer pelo Campeonato Brasileiro. 

Após novo resultado negativo, Andrés Sanchez, presidente do clube, deu as caras na sala de coletiva e fez duras críticas aos jogadores. A pressão sobre o atual treinador também aumentou consideravalmente. Já são quatro empates e três derrotas no período. Confira alguns trechos:

"Se eu falar que ele (Carille) continua, vão falar que o que a gente fala não vale. Ele tem contrato até o fim do ano que vem. Hoje está ruim todo mundo, jogador que já quer sair de férias tem que falar. Treinador tem culpa, jogador também. Hoje não quisemos jogar. Quem já quiser sair de férias, pode sair, não tem problema nenhum", comentou.

Nenhum dos atletas alvinegros conversou com a imprensa depois do tropeço, assim como o próprio Carille. Com os placares da rodada, o Corinthians caiu para a sétima colocação na competição. No domingo (03), a equipe vai ao Rio de Janeiro desafiar o líder Flamengo, às 16h (de Brasília), no Maracanã.

"Faz seis ou sete anos que não ficávamos sem vencer há sete jogos. Se Carille tivesse perdido o vestiário, já tinha saído. Lógico que ele tem. Não acho que falte comprometimento aos jogadores, mas a fase está ruim, se o jogador não se doar um pouco mais, vamos seguir na fase ruim. Sete jogos é um absurdo, uma vergonha para mim, para os atletas, para todo mundo. Tem que reagir, não dá para ficar assim."

"Carille está do jeito que eu estou... Decepcionado, puto. Lógico que pode vencer o Flamengo, mas jogando essa merda que está jogando, não ganha. Temos que jogar mais, não podemos ser apáticos, parece que o time está de férias. E férias é só em dezembro", completou o mandatário.

Comentários