Brasileirão

Após vitória, Flamengo reclama de arbitragem; Braz dispara contra presidente do Santos

Rubro-Negro cita pressão feita por rivais e considera "desastrosa" a atuação da arbitragem contra o Furacão 

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Braulio da Silva Machado foi o árbitro da partida(Jason Silva/AGIF)

Braulio da Silva Machado foi o árbitro da partida | Jason Silva/AGIF

Apesar da vitória de 2 a 0 sobre o Athletico Paranaense, na Arena da Baixada, neste domingo (13), o Flamengo não deixou de protestar contra a arbitragem. O clube carioca reclama de um pênalti que havia sido marcado em cima de Lucas Silva, mas que o árbitro Braulio da Silva Machado cancelou após chamado do VAR. O lance ocorreu quando a partida ainda estava empatada em 0 a 0. Posteriormente, a equipe da Gávea marcou duas vezes com Bruno Henrique e somou mais três pontos.

Após a partida, o clube soltou uma nota em seu site oficial e avaliou a arbitragem como "desastrosa e muito prejudicial ao Flamengo". Uma das reclamações é em cima da pressão feita pelas diretorias de Santos e Palmeiras. Durante a semana, à rádio Energia FM, o presidente santista, José Carlos Peres, afirmou que "se dependesse do VAR, o Flamengo seria campeão".

A resposta do vice-presidente de futebol do Flamengo, Marcos Braz, aconteceu na Arena da Baixada. Depois da partida, ele disparou contra Peres.

"A gente não aguenta mais ficar sem reclamar, enquanto eles (outros dirigentes) ficam só miando e bebendo leite, igual a um gato, prejudicando o Flamengo. Arrebentando com o Flamengo. Tem que ver com o presidente do Santos se ele viu o VAR de hoje. Vou deixar ele chegar em casa, ver na televisão, e ver o que ele fala amanhã", rebateu.

Veja a nota na integra: 

O Clube de Regatas do Flamengo lamenta ter que se posicionar a respeito da arbitragem do Campeonato Brasileiro. Acreditamos que reclamações por parte de qualquer diretoria mancham a imagem do campeonato e, por isso, vínhamos adotando como postura não nos manifestarmos depois de cada jogo, apesar de já termos presenciado várias situações que, ao nosso ver, prejudicaram claramente nossa equipe. 

Não podemos, porém, nos calar após o acontecido na partida de hoje. A coincidência temporal entre a pressão pública feita por diretorias de concorrentes ao título e o ocorrido em campo no jogo contra o Athletico Paranaense nos preocupa muito. A atuação da arbitragem, tanto no campo quanto no VAR, foi desastrosa e muito prejudicial ao Flamengo. 

Esperamos que episódios como esses não voltem a ocorrer, especialmente no dia 23, quando o árbitro de hoje estará envolvido novamente em uma partida importantíssima. 

Uma arbitragem isenta e de alto nível: isto é o que o futebol brasileiro deseja e precisa.

Comentários