Brasileirão

Dirigente da Chape dispara contra a arbitragem: 'Nada vai mudar'

Michel Gazola, dirigente da Chapecoense, afirmou que o chefe de arbitragem - Leonardo Gaciba - admitiu que a equipe foi prejudicada contra o Cruzeiro

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Michel Gazola esbravejou contra a arbitragem do Brasileirão(Divulgação/Chapecoense)

Michel Gazola esbravejou contra a arbitragem do Brasileirão | Divulgação/Chapecoense

O gerente de futebol da Chapecoense, Michel Gazola, está inconformado com a arbitragem do Brasileirão. O dirigente da Chape reclamou muito do juiz do confronto diante do Cruzeiro (que terminou empatado em 1 a 1), e afirmou ainda que o chefe de arbitragem, Leonardo Gaciba, chegou a admitir que o Verdão do Oeste foi prejudicado.

"Sempre quando tem um lance de interpretação, nunca é marcado a favor da Chapecoense. Novamente fomos prejudicados pela arbitragem. Iremos falar com o Gaciba, e ele dirá que o árbitro errou. Mas nada vai mudar. Ele mesmo reconheceu que perdemos nove pontos por erros, mas, infelizmente, nada vai mudar. Falta de qualidade da arbitragem e pouca cobrança. Fica fácil para o árbitro, pois ganha uma pequena suspensão e logo depois volta. Não posso acreditar em má fé, porque se for assim é melhor eu abandonar. Estamos em último, mas se estivéssemos em 10º lugar a reclamação seria a mesma", esbravejou o dirigente.

Atualmente, a Chapecoense amarga a lanterna do Campeonato Brasileiro, com apenas 16 pontos em 25 rodadas. O próximo compromisso da equipe será contra o Palmeiras, no Allianz Parque, nesta quarta-feira (16), às 21h (de Brasília).

Comentários