Brasileirão

Entrevistas fazem torcida do Grêmio pedir a saída de Duda Kroeff do clube

Falas do vice-presidente de futebol tricolor após a eliminação para o Flamengo, na Libertadores, fizeram os gremistas perderem a paciência com o dirigente

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Duda Kroeff tratou como 'normal' a eliminação do Grêmio diante do Flamengo, pela Libertadores

Duda Kroeff tratou como 'normal' a eliminação do Grêmio diante do Flamengo, pela Libertadores

'Derrota normal' e a 'chance do Messi dar errado é a mesma do André'. Duas das falas que foram o estopim para a torcida do Grêmio exigir a saída do vice-presidente de futebol do clube, Duda Kroeff. A postura do dirigente ao comentar a eliminação para o Flamengo, na Libertadores, fez com que os tricolores invadissem as redes sociais para demonstrar total insatisfação com as entrevistas do vice a respeito do momento do Imortal.

Duda Kroeff afirmou que o resultado de 5x0 no Maracanã, na última quarta (23), foi normal, apesar de incomum e atípico. Ele também não consiedou que a goleada foi uma vergonha: "vergonha e vexame é matar, roubar, subornar". Logo depois, ao analisar as atuações de André e o alto investimento feito pelo centroavante, o dirigente usou o melhor jogador do mundo para fazer um comparativo com a situação do jogador: "as contratações precisam ser feitas com critérios, avaliações. Você contrata o André pelo passado dele, pelo histórico. Seja lá quem for, pode ser o Messi, a chance de dar certo ou errado é 50%".

Veja abaixo a repercussão que as declarações tiveram em meio a torcida do Grêmio:

Comentários