Brasileirão

Jesus admite 'sabor amargo' e fala de um Flamengo desacostumado a ser campeão

Português também reclamou do Gerente do Vasco, André Souza, que foi flagrado acertando uma joelhada em Gabigol depois da partida

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Jorge Jesus reconheceu erros do seu time no empate em 4 a 4 com o Vasco(Wagner Meier / 2019 Getty Images)

Jorge Jesus reconheceu erros do seu time no empate em 4 a 4 com o Vasco | Wagner Meier / 2019 Getty Images

Jorge Jesus não ficou feliz com o empate do Flamengo com o Vasco, em 4 a 4, no Maracanã, O técnico português admitiu que o resultado teve um sabor amargo para o Rubro-Negro, apesar da exaltar o espetáculo que foi o clássico para os torcedores que assistiram a partida. 

"Quem veio ao Maracanã ver o jogo, independentemente do time, saiu daqui com um espetáculo, um excelente jogo. Para o Flamengo foi um resultado amargo. Mas somamos mais um ponto, poderiam ser mais dois, mas estamos a cinco rodadas do final. Independentemente dos objetivos de cada um, um dérbi é sempre complicado, em qualquer país, seja no Brasil ou em Portugal. Tudo se altera, se transforma, e normalmente quem está mais embaixo na classificação se transforma ainda mais".

O treinador também foi perguntado sobre uma possível ansiedade da sua equipe em querer definir logo sua situação no Campeonato Brasileiro. Jesus disse que o Flamengo ganhou um título da competição nos últimos 25 anos e, por estar desacostumado a ser campeão, as pessoas vão sim desconfiar dos próximos passos. Mas terminou afirmando ter certeza que seus comandados não vão perder o foco.

Quer ganhar um vale-presente de R$100,00 para comprar qualquer produto na Americanas.com? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos. É grátis!

"Jogadores são humanos, tem sonhos, ansiedades... Portanto, cabe a mim fazer com que seja uma equipe mais racional do que emotiva. Hoje perdemos um pouco do equilíbrio emocional e tático. É isso que um treinador tem que sentir e passar para seus atletas. Quando se está em um clube que em 25 ganhou só um campeonato (Brasileiro de 2009), não está acostumado a ganhar. Portanto, quando não está habituado, se desconfia de tudo. E não é isso que vai acontecer com os meus jogadores. Tenho certeza".

Por fim, disse achar normal a confusão após o apito final, mas reclamou bastante de uma joelhada sofrida por Gabigol de um funcionário do Vasco, o gerente do clube, André Souza.

"Situações de bate boca são normais. Mas quando dirigente entra no meio e agride os jogadores, como fez o senhor do Vasco que não me interessa saber o nome, é grave. Foi falta de respeito ao Vasco, que tem história. Esse senhor não tem capacidade para estar no Vasco".

Comentários