Brasileirão

Presidente do Palmeiras é suspenso por 15 dias pelo STJD por comentários sobre VAR e Flamengo

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, afirmou que o "VAR não tem atuado em jogos do Flamengo" e foi enquadrado no artigo 258 do CBJD, pegando 15 dias de suspensão

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, sofreu punição de 15 dias por comentários de que o VAR beneficiou o Flamengo(Ale Cabral/AGIF)

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, sofreu punição de 15 dias por comentários de que o VAR beneficiou o Flamengo | Ale Cabral/AGIF

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, foi suspenso por 15 dias pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por comentários envolvendo um suposto beneficiamento do VAR ao Flamengo.

"Em muitos lances, o VAR não tem atuado em jogos do Flamengo, isso é fato. A gente vem a público pedir uma arbitragem que apite igual para todos", afirmou o mandatário após o empate em 1 a 1 contra o Internacional. A reclamação ocorreu por conta do gol anulado de Willian por um toque de mão.

O mandatário foi enquadrado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética", incluindo "desrespeitar os membros da equipe de arbitragem, ou reclamar desrespeitosamente contra suas decisões".

Comentários