Brasileirão

Presidente do Sport se diz campeão de 87 e promete processar o Flamengo: 'Todo ano com essa historinha'

Milton Bivar promete cobrar do Flamengo custos do processo que está correndo em Brasília 

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Milton Bivar garante que título de 1987 é do Sport(Anderson Stevens/Sport Club do Recife)

Milton Bivar garante que título de 1987 é do Sport | Anderson Stevens/Sport Club do Recife

O título de 1987 é uma polêmica sem fim. Segundo determinou o Supremo Tribunal Federal em 2018, o Sport foi reconhecido como o único campeão brasileiro daquele ano. No entanto, o Flamengo, que ganhou a Copa União, também se considera vencedor. Essa é uma briga que os clubes travam na justiça há anos, e a questão voltou à tona após o Rubro-Negro conquistar o Brasileirão de 2019, neste domingo (24). Isso porque os cariocas se rotularam heptacampeão, considerando a conquista de 87.

O presidente do Sport, Milton Bivar, ironizou o fato de o Flamengo se considerar heptcampeão brasileiro. O dirigente afirmou que o Leão é o único vencedor de 1987 e que o Rubro-Negro 'pode falar o que quiser'.

"Eles podem falar o que quiserem, mas o único campeão é o Sport. Quem é campeão não precisa estar todos os anos provando que é, não", disse.

Milton Bivar ainda prometeu processar o Flamengo por conta dos custos da ação que está correndo em Brasília. 

"Esse negócio do Flamengo... há 32 anos que fomos campeões e o Flamengo fica querendo dizer que é dele. Eu não preciso dizer. E não será porque o Flamengo vem todo ano com essa historinha que eu vou precisar dizer. Todo ano tem algo e isso terá que parar. Tem uma ação lá em Brasília, que eu estou gastando R$ 200 mil com advogados e uma hora isso terá que parar. Vou entrar com um processo para reaver esse custo, porque não posso toda hora ficar pagando por isso", completou.

Quer ganhar um vale-presente de R$100,00 para comprar qualquer produto na Americanas.com? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos. É grátis!

O título do Flamengo foi confirmado após o tropeço do Palmeiras diante do Grêmio, no último domingo (24), no Allianz Parque. Com 81 pontos e faltando quatro rodadas para o fim do Brasileirão, o Rubro-Negro não pode mais ser alcançado nem pela equipe alviverde e nem pelo Santos, ambos com 68 pontos somados. 

Comentários