Brasileirão

Raí entende 'manchas na imagem de ídolo' e diz que São Paulo se acomodou após fase vencedora

O diretor de futebol do São Paulo, Raí, analisou que, mesmo podendo ficar com a imagem arranhada com a torcida, não terá a idolatria destruída pelo trabalho como dirigente

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Raí analisou que o caminho para que o São Paulo volte a conquistar títulos é a profissionalização da gestão(Rubens Chiri / saopaulofc.net)

Raí analisou que o caminho para que o São Paulo volte a conquistar títulos é a profissionalização da gestão | Rubens Chiri / saopaulofc.net

O ex-meia e atual diretor de futebol do São Paulo, Raí, não teme que seu período como dirigente acaba com sua idolatria pela torcida do clube paulista - como atleta, o ex-camisa 10 foi bicampeão da Libertadores, campeão Mundial e ainda tem um Brasileiro e cinco paulistas na lista de troféus com a camisa tricolor.

"Um dos grandes aprendizados meus foi tirar a capa de ídolo e me expor como dirigente. Está sendo, além da contribuição que eu estou dando, um grande desafio. Mas eu acho que a carreira que construí não tem como ser destruída. Posso ser momentaneamente questionado pela paixão que o futebol suscita, mas eu percebo hoje que isso só vai me engrandecer como pessoa. E se algumas manchas na minha imagem de ídolo acontecerem, tudo bem. É uma decisão que tem um impacto grande na vida cotidiano", afirmou ao 'Estadão'.

Quer ganhar um vale-presente de R$100,00 para comprar qualquer produto na Americanas.com? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos. É grátis!

Contratado em dezembro de 2017 para recolocar o São Paulo no caminho dos títulos - o último troféu conquistado pelo clube foi a Sul-Americana de 2012 -, Raí verbalizou opinião do também ídolo do Tricolor e ex-técnico Muricy Ramalho de que a instituição se acomodou com o período vencedor na década de 2000, quando venceu a Libertadores, o Mundial e três Campeonatos Brasileiros de forma consecutiva.

"O Muricy tinha razão, mas há muito tempo o São Paulo já vem buscando o caminho certo. Fomos campeões da Libertadores, do mundo… Enquanto isso todos os outros clubes estavam trabalhando. Tem uma tendência de acomodação depois de um sucessão de vitórias. Mas o São Paulo já passou faz bastante tempo dessa fase", lamentou.

Para Raí, a melhor possibilidade para que o Tricolor volte aos tempos de glória é uma maior profissionalização da gestão do futebol do clube e garantiu que a instituição segue os passos para as melhores práticas no campo.

"Hoje é o caminho, a profissionalização das gestões. E o São Paulo sempre foi um clube de vanguarda, de pioneirismo. O São Paulo já mudou o estatuto há três anos pensando nisso. Também encomendamos estudos. Está nos planos. Um dos grandes benefícios é a profissionalização maior da gestão, planejamento melhor de médio e de longo prazo, pensando em explorar tudo que uma marca como o São Paulo pode dar. O Flamengo, mesmo não virando empresa, fez um ótimo trabalho nesse sentido", analisou.

Com o título fora de alcance no Campeonato Brasileiro, a briga do São Paulo é para conquistar uma vaga direta para a Libertadores de 2020. Com 52 pontos, o Tricolor está quatro pontos atrás do Grêmio, primeiro time na zona de classificação sem necessidade de disputar as fases preliminares da competição continental.

Comentários