Brasileirão

Réver é duro após derrota para a Chape: 'Momento de sentir vergonha'

Zagueiro atleticano afirmou que Galo corre, sim, risco de rebaixamento no Brasileirão: 'Há muito tempo'

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Réver foi titular na derrota do Atlético-MG para a Chapecoense, por 2 a 0, no Horto(BRUNO S.C. JUNIOR / Flickr Atlético-MG)

Réver foi titular na derrota do Atlético-MG para a Chapecoense, por 2 a 0, no Horto | BRUNO S.C. JUNIOR / Flickr Atlético-MG

Zagueiro e atual capitão do Atlético-MG, Réver soltou o verbo após a derrota da equipe para o vice-lanterna do Brasileirão, a Chapecoense, dentro do Independência. Depois do 2 a 0, o jogador foi realista sobre o momento atleticano, admitiu o risco de rebaixamento e afirmou que a fase atual do clube é de fazer sentir vergonha.

"Eu acho que o risco (de rebaixamento) está próximo há muito tempo, principalmente pelas partidas que estamos fazendo dentro de casa. O momento é de sentir vergonha. A gente tem um nome para zelar, e a gente não está fazendo por onde ter esse respeito. Independentemente da equipe, da situação em que se encontra, era um jogo que poderia definir muitas coisas, e a gente, mais uma vez, dentro de casa, acabou falhando. É pedir desculpas ao torcedor".

Quer ganhar um vale-presente de R$100,00 para comprar qualquer produto na Americanas.com? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos. É grátis!

Réver também falou sobre os efeitos que uma derrota diante de uma equipe que está tão mal no Brasileirão pode causar na temporada do Galo mineiro. O defensor enfatizou que a Chapecoense 'não dificultou para ninguém' na competição, mas que conseguiu fazer isso com ele e seus companheiros. 

"É até difícil achar palavras, porque você jogar contra uma equipe da Chape, que não dificultou para ninguém no Campeonato até agora, e a gente sofrer como sofreu, não criar oportunidades de gol, não colocar a equipe deles em risco em nenhum momento, isso é sim para que o alerta fique ligado. É procurar buscar pontos fora, coisa que não estamos conseguindo".

Comentários