Brasileirão

Torcedores picham muro na sede do Botafogo e pedem saída de Barroca

Botafogo chegou à terceira derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro e ligou alerta contra o rebaixamento 

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Eduardo Barroca tem o primeiro momento de pressão no Botafogo(Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Eduardo Barroca tem o primeiro momento de pressão no Botafogo | Vitor Silva/SSPress/Botafogo

General Severiano amanheceu nesta terça-feira (01) com cobranças. Depois da derrota de 1 a 0 para o Fortaleza, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, pichações foram feitas na sede do Botafogo. Os principais alvos foram a diretoria e o técnico Eduardo Barroca. Horas depois, funcionários do clube apagaram os protestos. 

O Botafogo ainda não venceu no returno do Campeonato Brasileiro. Antes da derrota para o Fortaleza, o clube do Rio de Janeiro já tinha sido batido por Bahia e São Paulo. Com 27 pontos, a equipe perdeu uma posição na classificação e agora está em 12º lugar, com oito pontos de distância para o Cruzeiro, que abre o Z-4. 

No próximo domingo (06), o Botafogo tem um confronto direto na segunda parte da tabela, no clássico contra o Fluminense. A partida será realizada no Estádio Nilton Santos, às 16h (de Brasília). 

Confira as imagens do protesto: 

Torcedores picharam muro na sede do Botafogo
Torcedores picharam muro na sede do Botafogo
Torcedores picharam muro na sede do Botafogo
Torcedores picharam muro na sede do Botafogo
Torcedores picharam muro na sede do Botafogo
Torcedores picharam muro na sede do Botafogo
Torcedores picharam muro na sede do Botafogo
Torcedores picharam muro na sede do Botafogo
Comentários