Esporte Interativo

Outubro Rosa: Veja sintomas, como se prevenir e tratamento do câncer de mama

Saiba o que aumenta o risco do câncer de mama, doença que mata mulheres e homens e, com detecção precoce, pode ser curada

Outubro Rosa: Veja sintomas, como se prevenir e tratamento do câncer de mama(Issarawat Tattong/Getty Images)

Outubro Rosa: Veja sintomas, como se prevenir e tratamento do câncer de mama | Issarawat Tattong/Getty Images

O mês de Outubro vem acompanhado de uma causa de saúde e social muito importante. O Outubro Rosa é um movimento que simboliza a luta contra o câncer de mama e busca o engajamento da sociedade num todo para conscientização e informação sobre a doença.

O movimento começou nos Estados Unidos e, aos poucos, passou a ser realizado pelo mundo todo. No Brasil, a campanha passou a ter maior visibilidade em 2002. Conheça mais sobre o Outubro Rosa no site do projeto 'Amor e União Contra o Câncer'

Abaixo, você pode conferir dados importantes da doença retirados do INCA (Instituto Nacional do Câncer), além de orientações de como se prevenir do câncer de mama e como diagnosticá-lo.

Como evitar o câncer de mama

  • Praticar atividade física;
  • Alimentar-se de forma saudável;
  • Manter o peso corporal adequado;
  • Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Amamentar;
  • Evitar uso de hormônios sintéticos, como anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal.

Sinais e sintomas

  • Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher
  • Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja
  • Alterações no bico do peito (mamilo)
  • Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço
  • Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos

Tratamento

As modalidades de tratamento do câncer de mama podem ser divididas em:

- Tratamento local: cirurgia e radioterapia.

- Tratamento sistêmico: quimioterapia, hormonioterapia e terapia biológica.

Em 2020, cerca de 66.280 novos casos foram estimados pelo INCA. Na última atualização sobre óbitos, feita em 2018, cerca de 13,84 a cada 100.000 mulheres vêm a falecer após contrair a doença.

Confira mais detalhes sobre o câncer de mama no site do Instituto Nacional do Câncer clicando aqui!

Comentários