Futebol Brasileiro

A portal, Lulinha lembra recusa a São Paulo e Manchester United para seguir no Corinthians

Em entrevista ao 'Uol', meio-campista afirmou que, à época, preferiu seguir no Corinthians para se profissionalizar pelo clube

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Lulinha atuou pelo Corinthians entre 2007 e 2009(Divulgação/Corinthians)

Lulinha atuou pelo Corinthians entre 2007 e 2009 | Divulgação/Corinthians

Foram apenas 40 jogos e dois gols marcados pelo Corinthians, mas a vida de Lulinha no futebol poderia ter sido completamente diferente, caso ele tivesse tomado outras decisões.

Em entrevista ao portal 'Uol', o meio-campista, hoje no Jubilo Iwata, do Japão, recordou quando recusou o Manchester United para seguir no time em que foi revelado.

"Lembro que o diretor do Manchester United foi até a minha casa, porque na época eu não tinha nem contrato de base nem profissional, e ele foi lá para gente poder fazer uma transferência para o Manchester. Aí ficaria naquela questão, ia ficar lá um tempo e voltava para cá, por eu ser menor de idade (à época, ele tinha 15 anos)", comentou.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Um dos motivos para a sequência no Parque São Jorge, segundo Lulinha, era não querer jogar no São Paulo, grande rival corintiano.

"Só que aí eu teria que sair do Corinthians, porque eles não faziam esse intercâmbio, e eu teria que ir para o São Paulo", disse.

"Ele falou: 'A gente coloca você no São Paulo e, a cada três meses, você vai para Manchester, treina com eles, volta para cá, disputa as competições pelo São Paulo até completar 18 anos e ficar em definitivo', assim como foi com o Fábio e com o Rafael (ex-laterais de Fluminense e Manchester United), que até estavam na seleção (de base) comigo, quando estavam no Fluminense, e com 18 anos ficaram em definitivo. Talvez essa decisão eu tomaria de maneira diferente, porque na época eu lembro muito bem que falei: 'Poxa, não quero ir para o São Paulo', porque estava no Corinthians e tinha essa rivalidade com o São Paulo, desde as categorias de base, e falei: 'não vai rolar', e aí tomei a decisão de não ir. E também era um sonho que eu tinha, né? Ralei minha vida inteira desde os sete anos no Corinthians e vou sair e não jogar no profissional? Acabei tomando essa decisão, junto com a minha família, de permanecer", detalhou.

"São decisões. Não tem como falar 'faria isso, aquilo', o tempo não volta atrás. Teve uma decisão que, se eu pudesse voltar atrás, talvez tomaria de uma maneira diferente", concluiu.

Depois do Corinthians, Lulinha ainda atuou por Estoril e Olhanense, ambos de Portugal, Bahia, Ceará, Criciúma, Red Bull Brasil, Botafogo, Mogi Mirim, além de Pohang Steelers, da Coreia do Sul, Al Sharjah, dos Emirados Árabes, e Pafos, do Chipre.

 
Matheus Henrique aguarda medida da Fifa que aumente idade olímpica
Comentários