Futebol Brasileiro

ABC-RN anuncia demissão de 30 funcionários por conta do novo coronavírus

Time do Rio Grande do Norte ocupa a liderança do Campeonato Potiguar, mas paralisação em decorrência da pandemia poderia trazer graves impactos financeiros ao clube

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

ABC teve de demitir 30 funcionários nesta segunda-feira (23)(Divulgação/ABC-RN)

ABC teve de demitir 30 funcionários nesta segunda-feira (23) | Divulgação/ABC-RN

As paralisações por tempo indeterminado, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, vão deixando suas marcas no futebol brasileiro. Nesta segunda-feira (23), o ABC-RN anunciou, por meio de nota oficial, o desligamento de 30 funcionários do clube.

De acordo com o "Mais Querido", a ação é "considerada vital para a continuidade das atividades do clube", uma vez que a suspensão dos torneios no país pode gerar um grave "impacto financeiro", principalmente nos times de divisões inferiores.

"Sem a fonte de receita gerada através de jogos e sem receita prevista para a temporada, a não ser a última cota da participação na Copa do Nordeste 2020, valor que não existe previsão de repasse antes que seja realizada a última rodada da primeira fase, o clube não teria condições de pagar o seu quadro de colaboradores e se viu na necessidade de tomar tal medida", afirma o ABC-RN, na nota oficial.

Vale lembrar que o clube natalense é o líder do Campeonato Potiguar e está em posição de qualificação para a segunda fase da Copa do Nordeste. Ele já foi eliminado da Copa do Brasil pelo Vasco da Gama.

Ainda em nota, o ABC-RN diz que há possibilidade de recontratação desses funcionários demitidos, caso a situação se normalize.

Veja a nota oficial na íntegra:

O ABC Futebol Clube vem a público esclarecer a medida tomada nesta segunda-feira (23), em que realizou o desligamento de aproximadamente 30 colaboradores, ação considerada vital para a continuidade das atividades do clube.

A medida foi necessária em virtude do impacto econômico gerado pela pandemia do novo coronavírus, o COVID-19, que ocasionou a paralisação de todas as competições nacionais e estaduais, além da suspensão de patrocínios dos parceiros junto ao clube.

Sem a fonte de receita gerada através de jogos e sem receita prevista para a temporada, a não ser a última cota da participação na Copa do Nordeste 2020, valor que não existe previsão de repasse antes que seja realizada a última rodada da primeira fase, o clube não teria condições de pagar o seu quadro de colaboradores e se viu na necessidade de tomar tal medida.

A diretoria se reuniu durante todo o final de semana e a decisão foi tomada em cima daquelas atividades que não serão necessárias durante todo o período de paralisação e suspensão dos campeonatos. São colaboradores que estão em casa, ficariam sem função e sem receber salário, já que o clube não possui recursos disponíveis.

Pensando na manutenção financeira das famílias de nossos colaboradores, neste período em que o clube não conseguirá honrar os salários, o desligamento ao menos possibilitará o recebimento dos recursos do seguro desemprego à grande maioria dos demitidos, dando-lhes a oportunidade de prover para as suas famílias, bem como, buscar novas recolocações neste momento em que o clube ficará parado.

O clube ainda esclarece que, algumas situações, respeitando as orientações dos órgãos de saúde e respaldado pelo Departamento Jurídico, os funcionários que se enquadram no grupo de risco da contaminação não foram convocados a deixar suas casas e a comunicação do desligamento foi feita através de videoconferência ou mensagem.

Vale destacar que, na conversa com os colaboradores desligados, não foi descartada a opção de, em um segundo momento, depois de normalizada a situação envolvendo a pandemia do COVID-19, e havendo interesse mútuo, existir a recontratação dos profissionais para suas devidas funções.

O ABC Futebol Clube lamenta profundamente toda a situação, agradece a todos os profissionais pelos serviços prestados e faz votos que o panorama seja normalizado o mais breve possível.

 
Pacaembu passa por obras para virar hospital e ajudar no combate ao coronavírus
  • abc
Comentários