Futebol Brasileiro

Alexandre Mattos não descarta volta ao Palmeiras caso Leila Pereira seja eleita para a presidência

A presidente de empresas patrocinadoras do Palmeiras, como a Crefisa, pode ser a nova mandatária do clube na próxima eleição, e Mattos não descarta retorno ao clube em sua gestão

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Alexandre Mattos não descarta retorno à direção do Palmeiras(Bruno Ulivieri/AGIF)

Alexandre Mattos não descarta retorno à direção do Palmeiras | Bruno Ulivieri/AGIF

O diretor de futebol Alexandre Mattos, atualmente no Atlético Mineiro, foi demitido do Palmeiras no fim de 2019, após cinco anos dirigindo o clube. Porém, com a possível candidatura de Leila Pereira, presidente das patrocinadoras do Verdão Crefisa e Faculdade das Américas, no comando do Alviverde, Mattos não descarta volta ao clube paulista.

Em entrevista ao 'SporTV', o diretor declarou amizade com Leila e Zé Lamacchia, também proprietário e conselheiro de ambas as empresas. "Digo sempre que meu interesse neles sempre foi na amizade e em dar algum retorno de alegria para eles como palmeirenses, e, em alguns momentos, conseguimos".


No futuro, quero manter a amizade com a Leila e o Zé Lamacchia e todas as pessoas e amigos que fiz no Palmeiras. Isso vale mais do que qualquer coisa. Se um dia Deus permitir que eu retorne, ou encontre em outra coisa profissional, ou na amizade, que é o que vale... Sou um cara de muito coração e agradecido por todos os momentos que vivi, principalmente pelas amizades e pessoas que conheci no Palmeiras", declarou.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

As parcerias de Leila Pereira com o Palmeiras aconteceram durante o período em que Alexandre Mattos estava na direção do Alviverde. Com a reeleição de Maurício Galiotte, presidente do Verdão, em 2018, Mattos renovou seu contrato até o fim de 2021. Contudo, acabou demitido após resultados negativos da equipe em competições importantes.

A sua saída do Palmeiras fez com que um convite do futebol inglês fosse aceito, mas não conseguiu a liberação para dirigir o Reading devido à pandemia do novo coronavírus. Depois de alguns dias voluntariamente no Cruzeiro, acabou fechando acordo com o rival Atlético.

 
EXCLUSIVO! Miranda diz que recebeu propostas de Flamengo e Palmeiras quando estava na Inter de Milão
Comentários