Futebol Brasileiro

Antes da final da Liberta, federação chilena avisa: 'Não tem futebol a qualquer custo'

Entidades se reuniram para analisar se o Chile tem condições de receber jogos, incluindo a final da Libertadores

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Presidente da Federação Chilena de Futebol (ANFP), Sebastián Moreno, se reuniu com a Conmebol I Foto: Divulgação/ANFP

Presidente da Federação Chilena de Futebol (ANFP), Sebastián Moreno, se reuniu com a Conmebol I Foto: Divulgação/ANFP

Em meio a protestos e manifestações populares no Chile, o presidente da Federação Chilena de Futebol (ANFP), Sebastián Moreno, se reuniu com dirigentes da Conmebol, nesta terça-feira (29), e reforçou a determinação para receber a final da Libertadores na data marcada inicialmente. 

Apesar de manter a confiança na realização da decisão entre Flamengo e River Plate-ARG no dia 23 de novembro, no estádio Nacional de Santiago, Sebástian garantiu que o Chile “não vai ter futebol a qualquer custo”.

“Entendemos que fazemos parte da engrenagem social do nosso país. Estamos dentro dessa realidade. O Chile está por cima da realidade do futebol nesse momento, também avançamos pela decisão de suspender esta rodada. Quando tivermos condições de retomar as atividades o faremos. Nossa ideia é retornar o futebol, mas não tem futebol a qualquer preço, a qualquer custo. Existem razões mais que consideráveis para o adiamento”

A ANFP suspendeu os jogos de futebol de todos os campeonatos do Chile devido aos confrontos que ocorrem no país. Sebástian Moreno garante que a Conmebol está ciente de tudo, mas que a “realidade nacional é mais importante que o futebol”.

Gabriel é um dos destaques do Flamengo na Libertadores de 2019 | Foto: Buda Mendes / Getty Images

“A Conmebol está sendo informada do que se passa no Chile. O presidente Alejandro Dominguez ratificou que Santiago vai receber a final e é muito importante que se realize esse jogo. Mas temos que levar em conta a realidade nacional. Há um compromisso de que se jogue a final no Chile. Mas tem que ser realista. Todos esperamos a normalização. Mas insisto: há uma realidade nacional que é mais importante que o futebol nesse momento”.

A grande decisão da Libertadores entre Flamengo e River Plate-ARG está marcada para o dia 23 de novembro, às 17h30 (de Brasília), em Santiago, no Chile. A final será disputada em partida única. Em caso de empate, o jogo irá para a prorrogação e, se a igualdade persistir, será decidido nos pênaltis.

Comentários