Futebol Brasileiro

São Paulo bate Fortaleza de Rogério Ceni e avança na Copa do Brasil

Nos pênaltis, por 10 a 9, a equipe paulista segue às quartas de final da competição

Avatar del

Por Redação Esporte Interativo

São Paulo vence Fortaleza nos pênaltis e avança na Copa do Brasil(Bruno Ulivieri/AGIF)

São Paulo vence Fortaleza nos pênaltis e avança na Copa do Brasil | Bruno Ulivieri/AGIF

O São Paulo enfrentou o Fortaleza neste domingo (25) pelas oitavas de final da Copa do Brasil, no Morumbi. Após um jogo de ida marcado pelo empate de 3 a 3, o jogo de volta teve um resultado de 2 a 2, no tempo normal, e com vitória de 10 a 9 nas penalidades para o time da casa.

Com o placar positivo, o Tricolor, sob comando do técnico Fernando Diniz, eliminou a possibilidade do time treinado por Rogério Ceni, ídolo são-paulino, seguir às quartas de final. 

Responsável pelo pênalti convertido em vitória, Léo  comentou, em entrevista concedida ao 'Sportv', o momento vivenciado nesta partida:

Primeiro agradecer a Deus por este momento. Treinamos muitos pênaltis nesta semana. Fizemos um grande jogo, tínhamos que ser coroados pela classificação. Foi uma semana importante para o grupo, para mim especialmente, então nada melhor que fechar com essa classificação. Sofremos no final, mas deu tudo certo, isso que importa. É uma semana especial. Eu agradeço a Deus sempre por esse grupo, por tudo que vem passando e já passou, uma classificação dessa é muito importante", pontuou. 

Relembre as passagens do São Paulo na Copa do Brasil:

A competição foi criada em 1989 e o time paulista participou 20 vezes desde então. Os anos em que o São Paulo disputou foram: 1990, 1993 a 1999; de 2000 a 2003; de 2011 a 2012 e de 2014 até 2020 - onde ainda participa. 

Nos jogos disputados pelo Tricolor, 119 gol foram realizados, 66 vitórias conquistadas, 22 empates e 30 derrotas. O maior saldo positivo foi de 11 a 0 contra o Bragantino-PB, no ano de 2001.

A melhor posição - até o momento- foi o vice-campeonato em 2000, quando o então campeão paulista foi derrotado por 2 a 1 pelo Cruzeiro na segunda partida da final, no Mineirão, após empate por 0 a 0, no jogo de ida, no Morumbi.

Em 2016, o São Paulo foi batido pela primeira vez por um time da Série C do Brasileiro – outras duas desclassificações foram contra equipe da Série B, incluindo a terceira fase de 2014, diante do Bragantino, por 3 a 1 no jogo de volta. 

A média de marcados é de 1,98 por jogo. A média de gols sofridos é de 1,03. O Cruzeiro é o maior responsável por eliminar o time do torneio. No total, foram três vezes: 1993, 2000 e 2017.

Comentários