Futebol Brasileiro

Após nova reunião, Campeonato Carioca segue sem previsão de retorno

Médicos dos clubes do Rio se reuniram com a Ferj para finalizar protocolo de saúde para retorno das atividades

Avatar del

Por Monique Danello

Reunião da Ferj define protocolos de segurança para volta do Carioca(Foto: Divulgação/FERJ)

Reunião da Ferj define protocolos de segurança para volta do Carioca | Foto: Divulgação/FERJ

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ) realizou uma reunião na tarde desta quarta-feira (15) com os médicos dos clubes para finalizar o protocolo de segurança de saúde e alinhar a metodologia e diretrizes para o retornos das atividades.

O encontro terminou sem uma data definida para a volta do Campeonato Carioca deste ano. A federação continua aguardando autorização dos órgãos responsáveis pela saúde.




Na última segunda-feira (13), a entidade já havia se reunido com os departamentos médicos dos clubes cariocas para um debate sobre a elaboração do protocolo "Jogo Seguro" para a volta das atividades. No encontro de hoje (15), o protocolo teve a sua redação final aprovada pelos clubes.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!
 

Nota oficial da FERJ:
 

O protocolo Jogo Seguro, produzido em conjunto pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro e os médicos dos clubes que disputam a Série A do Campeonato Carioca - inclusive o presidente do Vasco, também médico, Alexandre Campello -, teve a sua redação final aprovada nesta quarta-feira (dia 15/04).

O documento, com 12 páginas, fundamentado em conceitos da Organização Mundial de Saúde, Ministério da Saúde, Conselho Federal de Medicina, Associação Médica Brasileira e Sociedades Médicas Especializadas será entregue aos órgãos governamentais, em momento oportuno, para apreciação e possíveis recomendações e servirá como "guidelines" para todos os clubes quando do reinício progressivo das atividades de treinamento.

Objetivos, aspectos técnicos sobre o Coronavirus e a Covid-19, pré-requisitos para retorno às atividades de treinamento, testes diagnósticos, transporte, vestiários, fisioterapia, departamento médico, nutrição, academia, rouparia/lavanderia e rotina de treinos foram itens detalhados no documento intitulado RECOMENDAÇÕES MÉDICAS PARA RETORNO AO FUTEBOL.

Cabe ressaltar que alterações, ajustes, aperfeiçoamentos e adequações poderão ser feitos a qualquer tempo.

 
Walter Feldman diz que futebol brasileiro não tem prazo para voltar
Comentários