Futebol Brasileiro

Após pagar dívida de R$ 3 milhões, Cicinho dispara: 'Torço para que o Atlético-MG não se dê bem'

Ex-jogador perdeu ação judicial para o Galo e teve que pagar dívida para que seus bens não fossem penhorados

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Cicinho atuou por duas temporadas pelo Real Madrid I Foto: Getty Images

Cicinho atuou por duas temporadas pelo Real Madrid I Foto: Getty Images

Cicinho teve uma trajetória vitoriosa na Europa e na Seleção. Porém, o ex-lateral não tem boas memórias do clube brasileiro que o projetou para o cenário nacional. Em entrevista ao canal do jornalista Jorge Nicola, ele revelou que perdeu uma ação judicial, teve que pagar cerca de R$ 3 milhões ao Atlético-MG e hoje torce para que o clube "não se dê bem".

Não tenho nada contra o torcedor, mas o Atlético não é uma memória agradável pra mim. (...) Não guardo mágoa, tudo foi resolvido, mas torço para que o Atlético Mineiro não se dê bem".

“No último ano, eu perdi uma ação judicial para o Atlético Mineiro. Existia uma cláusula e eu tinha que ter notificado se fosse sair do clube. Tive que pagar R$ 3 milhões ao clube. Então, para que o torcedor entenda, nunca ganhei dinheiro nenhum do Atlético. Tudo que ganhei por lá em quase três anos, eu tive que pagar agora para que meus bens não fossem penhorados”.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Cicinho foi revelado pela base do Botafogo-SP e chegou ao Atlético-MG em 2001 como um dos laterais mais promissores de sua época. Neste período, foi emprestado ao Botafogo e retornou ao clube mineiro em 2002. Pelo Galo, o ex-lateral atuou em 72 partidas e marcou seis gols. Cicinho também teve passagens por Real Madrid e Roma.

 
QUE ISSO, EGÍDIO!? Lateral é expulso após entrada violenta em Wallyson
Comentários