Futebol Brasileiro

Atlético Nacional decide manter Daniel Muñoz e encerra chances de negócio com o Palmeiras

Lateral direito era sonho do Palmeiras para 2020, mas seguirá na Colômbia

Avatar del

Por Rodrigo Fragoso

Daniel Muñoz (à esq.), em ação pelo Atlético Nacional, da Colômbia(Getty Images)

Daniel Muñoz (à esq.), em ação pelo Atlético Nacional, da Colômbia | Getty Images

A diretoria do Atlético Nacional, da Colômbia, decidiu na manhã desta sexta-feira (14) que não negociará mais o lateral direito Daniel Muñoz.

A diretoria verdolaga se reuniu nos últimos dias para definir quais condições seriam interessantes para o clube em caso de propostas oficiais, já que recebeu sondagens de várias equipes nas últimas semanas. Em paralelo, ouviu do técnico Juan Carlos Osório um pedido de esforço para manter seu capitão no elenco. Mesmo depois de definir um valor pelo jogador, o Atlético Nacional preferiu atender o treinador e manter Muñoz no clube.


 
Nesta semana, o Palmeiras foi até a Colômbia com a intenção de chegar a um acordo pelo lateral direito. De acordo com a apuração da reportagem do Esporte Interativo, o Atlético Nacional afirmou que gostaria de receber R$ 26 milhões pelo jogador e foi pouco flexível no papo com o diretor de futebol, Anderson Barros, e o advogado Leonardo Holanda.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

Os representantes do clube voltaram a São Paulo pensando em como poderiam convencer o Atlético Nacional a melhorar as condições do negócio, porém já bastante desanimados com a possibilidade de sucesso na contratação.

Sendo assim, a diretoria do Palmeiras volta ao mercado em busca de um novo lateral direito. O clube segue tendo o lateral esquerdo Matías Viña como única contratação para a temporada de 2020. O jogador deve fazer sua estreia neste domingo (16), às 16h (de Brasília), contra o Mirassol, no Allianz Parque.

 

Comentários