Futebol Brasileiro

Brasil retira candidatura pra sediar Copa do Mundo feminina

CBF anunciou nesta segunda-feira (08) que não tentará mais receber a Copa do Mundo feminina, que acontecerá em 2023; explicação da entidade é de que "não foram apresentadas as garantias do Governo Federal"

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Na Copa do Mundo feminina de 2019, o Brasil foi eliminado nas oitavas de final para a França(Getty Images)

Na Copa do Mundo feminina de 2019, o Brasil foi eliminado nas oitavas de final para a França | Getty Images

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta segunda-feira (08) que desistiu da tentativa de sediar a Copa do Mundo feminina, em 2023.

A entidade explicou que a Fifa, órgão máximo do futebol, "considerou que não foram apresentadas as garantias do Governo Federal" para a realização do evento. Com isso, o Brasil passa a apoiar a candidatura da Colômbia, que disputará contra Japão e Nova Zelândia/Austrália.

No final do documento, a CBF ressalta o fomento à prática do futebol feminino no país e disse que a entidade segue "com o objetivo de realizar uma edição da Copa do Mundo Feminina FIFA em gramados brasileiros e a trabalhar para que isso aconteça assim que possível".

 
Leão diz que Neymar 'decepcionou muito os brasileiros'
Comentários