Futebol Brasileiro

Campello diz que foi a Brasília como representante do futebol carioca

Em entrevista ao canal oficial do Vasco no youtube, o presidente sugeriu ajuda do governo aos clubes em tempos de pandemia, seja com linha de crédito ou isenção de conta de água

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

Campello explica visita à Brasília(Paulo Fernandes / Vasco.com.br)

Campello explica visita à Brasília | Paulo Fernandes / Vasco.com.br

Nesta quinta-feira (21), o presidente do Vasco, Alexandre Campello falou sobre a construção do centro de treinamento ao canal oficial do clube. O CT tem prazo de entrega para julho e toda obra tem sido custeada por doações de torcedores e patrocinadores. Campello foi questionado sobre sua visita ao Presidente da República, Jair Bolsonaro, que gerou uma mobilização nas redes sociais, se não temia como consequência uma redução nas doações.

“Existe uma politização muito grande e estão trazendo isso para o futebol. Quando a gente vai para Brasília conversar com o presidente estamos indo falar com o Governo Federal, fizemos o mesmo com o municipal. Estamos levando uma representação do futebol carioca, em nome de 14 dos 16 clubes cariocas e o que fez foi politizar isso como tem acontecido hoje no Brasil. Não acredito que isso tenha importância no interesse do torcedor em contribuir com o CT. Esse não é um projeto político é um projeto do Vasco, para serem realizados ao longo do tempo independente de quem esteja no poder e acho que o vascaíno já entendeu isso. Não existe gesto político no CT e sim atender uma necessidade do clube. Estamos trabalhando em criar situações favoráveis e seguras para quando o futebol voltar. – explicou o presidente”

Ao ser perguntado sobre como o Governo Federal poderia ajudar ao Vasco no processo de entrega do CT, Campello disse que não tem muita coisa que os órgãos públicos possam contribuir nesse setor especificamente, mas o clube precisa sim de ajuda para superar a crise atual criada pela pandemia.

“Precisamos entender que o futebol é uma área da economia que gera empregos e que essa paralisação prolongada gera prejuízo para os clubes e para todos que tem atividade com futebol. Talvez o governo possa ajudar abrindo linha de crédito ou facilitando os clubes que pagam um absurdo de água para uma companhia estadual. O Vasco dá contribuição para a população em vários esportes com moradia, alimentação, estudo, ... O que poderia ser devolvido ao clube de alguma forma, como isentando no abastecimento de água. Um benefício ao clube que presta serviço à sociedade” – sugeriu Campello.

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

O presidente anunciou ainda que o clube recebeu mais um cheque de R$200 mil reais da parceria com o banco BMG, já que chegaram ao número de 20 mil contas abertas. Lembrou que todo esse valor será destinado para o CT, sem chance de ser redirecionado para pagamento de salários.

 
Sheik relembra brincadeira com o Vasco e revela ameaças
Comentários