Futebol Brasileiro

Citadini diz que 'revelar jogador é anti-econômico no Corinthians'

Antonio Roque Citadini é ex-dirigente, conselheiro vitalício e foi duas vezes candidato à presidência do Corinthians

Avatar del

Por Redação do Esporte Interativo

1/2
Citadini não poupou críticas a Andrés Sanchez(Reprodução/Internet)

Citadini não poupou críticas a Andrés Sanchez | Reprodução/Internet

Citadini diz que 'revelar jogador é anti-econômico no Corinthians'

Citadini diz que 'revelar jogador é anti-econômico no Corinthians'

O Corinthians é um clube conhecido por uma política muito quente, com conselheiros sendo muito críticos e crises sendo criadas do nada. Desta vez, o ex-candidato à presidência do clube, Antonio Roque Citadini resolveu soltar o verbo contra a atual diretoria e falou sobre erros na gestão do presidente Andrés Sanchez. A entrevista foi ao comentarista do Esporte Interativo Alexandre Praetzel.

"O clube não está sendo bem dirigido pelo Andrés Sanchez. Neste momento, estamos vivendo um problema complicado do clube. Infelizmente, com toda a paralisação, o clube não pode se reunir, a gente não pode conversar. Uma coisa inédita. O principal problema do Corinthians é o futebol, que ninguém quer falar, nem os candidatos à presidência. Nos últimos três anos, nós estamos com o futebol mais caro. Temos uma folha de pagamento altíssima (R$ 17 milhões), com salários altos, luvas altas, comissões para comprar, vender e renovar contrato, pagando R$ 1 milhão para o cara reformar contrato. Isso é uma loucura."

Sabe tudo de futebol e quer provar que é um dos maiores torcedores do seu time? Clique aqui e baixe agora o Fanáticos! É grátis!

"Numa hora, terá que cortar no futebol principal e na base. Corinthians criou uma situação onde todos os jogadores são parcelados com empresários. Tudo que se vende, não ganha quase nada. O último jogador vendido 100% foi o Willian, em 2007, na véspera do Andrés assumir. Jogador não pode ganhar R$ 500 mil, nem técnico. Como vamos tratar o futebol?", complementou Citadini.

Falando ainda sobre a situação econômica do clube, Antonio Roque Citadini ainda falou que revelar jogador está se tornando anti-econômico para o clube, visto que a relação com os empresários está cada vez mais complicada.

"Isso já se invadiu na base. Fica até anti-econômico revelar jogador no Corinthians. Você revela para o empresário ganhar dinheiro. Quase nunca o jogador é do Corinthians. Este é o problema. Jogador da base tem que ser 100% do Corinthians. Precisamos deixar nossa folha de pagamento compatível com as receitas do clube e acabar com essas parcerias por jogadores. Se a gente não fizer essas duas coisas, nós vamos ficar nesta grande crise."

 
Comentários